Sábado, 2 de Maio de 2009
Já só faltam duas...

Na Sessão Ordinária da Assembleia de Freguesia de 30 de Dezembro de 2008, afirmei:

"... estamos já no final do mandato; três anos passaram. Tentei apontar aquilo que entendi a esta Junta e Assembleia de Freguesia e, muito do que disse, se perdeu. Portanto, no último ano, terei já pouca vontade de me alongar nos pedidos de explicação que, no fundo, são apenas pequenas chamadas de atenção, e fa-lo-ei caso a caso..." (Acta n.º 8/2008).

De facto, ao longo de três longos e difíceis anos, eu e a Bancada do PSD na AF de Paço de Arcos, tentámos dar o nosso melhor na resolução dos problemas da Freguesia e dos Fregueses, de forma raras vezes entendida e, sobretudo, compreendida, pois cada questão apontada, cada pedido de explicação, cada anomalia, irregularidade e ilegalidade apontada (e foram muitas), era considerada um ataque pessoal, um revanchismo, uma birra de quem não havia ganho as eleições de 2005. Puro engano!

Forças políticas que, em princípio, deviam subscrever e apoiar os nossos pedidos de esclarecimento, alinhavam (alinharam sempre) pela bitola de quem, despudoradamente, pretendia "tapar o sol com a peneira". E isso foi uma constante.

Por isso, achei imensa piada que, na Sessão Ordinária do passado dia 28 de Abril, tivesse causado estranheza que a minha intervenção se tivesse cingido ao essencial em tão só quatro questões colocadas; três ao Executivo e uma ao presidente da Mesa.

Em boa verdade, numa Sessão "desfalcada", em que o PSD contou com dois elementos (por motivo de doença de outros dois), em que o IOMAF contou com três dos cinco eleitos, em que o BE voltou a não comparecer nem a fazer-se substituir (pelas minhas contas, já perdeu o mandato) e em que o PS e a CDU se apresentaram completos (dois e um elementos, respectivamente), apenas três membros da AF tiveram intervenções: eu próprio, o representante da CDU e o presidente (PS) da Assembleia de Freguesia. "Empurrado" por mim, façam-me essa justiça.

Explico!

No PAOD (Período de Antes da Ordem do Dia), apenas duas intervenções, já no limite do tempo de inscrição... para quase "desespero" do presidente da Assembleia: a do representante da CDU e a minha.

As questões por mim colocadas, foram, como disse, quatro: "porque haviam estado encerrados os jardins do palácio dos Arcos?"; "que iniciativas promovera a Junta de Freguesia por ocasião dos 35 anos do 25 de Abril?" (recordei os ataques que sofri, quando em 1999, eu e a equipa que me acompanhava decidimos passar a celebrar a data apenas de cinco em cinco anos); se "o passeio à Quinta da Regaleira (Sintra), a 17 de Abril, havia sido iniciativa do Executivo ou de uma parceria com associação da nossa Freguesia?"; e, finalmente, "porque razão o presidente da Mesa da Assembleia, que é, simultaneamente, presidente da Direcção da Cooperativa de Habitação Económica Nova Morada, nunca informara a Assembleia ou questionara o Executivo da Junta, sobre a desactivação - em 2007 - do Parque Infantil ali situado e por mim mandado recuperar totalmente em 2003?"

 

As provas estão aqui:
 

 

  

  

 

Que contraste, com 2003...

 

   

 

Fiquei assim a saber que, a desactivação do Parque Infantil da NM fora "ordenado" pela sra. Vereadora Madalena Castro... sem qualquer explicação e que, após contactos do presidente da Direcção da Cooperativa, ficara a promessa de que em breve (?) seria feito um estudo para a sua reactivação... Até hoje!

Quanto aos jardins do palácio, haviam sido encerrados, porque uma "árvore de grande porte ameaçava queda, tendo sido reabertos no dia 15 de Abril"; que o "passeio à Quinta da Regaleira, fora realizado em parceria com a GRECAAM - Grupo Recreatvo E Cultural dos Amigos do Alto do Mocho" (coisa que eu já sabia, claro...) e que - pasmem... - "as cerimónias do 35.º aniversário do 25 de Abril se haviam cingido ao hastear das bandeiras às 09H00, ao «Pintar Abril» e ao «Mercado da Primavera» (anunciado onde e quando?), pois os srs. presidentes da Câmara e Assembleia Municipal tinham solicitado a todos os presidentes de Junta se associassem às cerimónias camarárias, dado que o Concelho comemora os seus 250 anos de existência".

Ao que nos foi dado "entender", TODO O EXECUTIVO da Junta (cinco pessoas de "diferentes" partidos), entregaram-se "de alma e coração" às actividades promovidas pela CMO, com o "presidente" da Junta a desdobrar-se entre Oeiras e Paço de Arcos... Que canseira!

O resto da Assembleia, pouca "história" teve, excepção feita à derradeira e agastada intervenção do presidente da Assembleia que, na qualidade de presidente da Direcção da Nova Morada (até que enfim), questionou o "presidente" da Junta acerca da situação sui-generis do terreno contíguo ao Polidesportivo daquela cooperativa, agora "ocupado" por uma obra considerada ilegal... Ao que parece, a Câmara "vendeu" a uma entidade privada um terreno que pertence à CHE Nova Morada!

Os "enganos" acontecem, não é...?

Ah! Dizer-vos ainda que me abstive na votação da Conta de Gerência referente ao exercício de 2008. Só que a Lei 5-A/2002 apenas prevê a "aprovação" ou "rejeição" da mesma.

Fi-lo propositadamente, mas acham que alguém se importou ou me chamou à atenção?

Para quê, se tudo anda "em roda livre" neste mandato?

Faltam só duas Assembleias até às próximas eleições Autárquicas (Junho e Setembro) e, porque causou muita "confusão" a minha quase nula intervenção, logo decidirei se volto a questionar seja o que for ou se me mantenho "calmo e sereno" até ao final...

Valerá a pena intervir? Logo verei!



Publicado por rui.freitas às 01:20
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Sempre na hora certa
anti-corrupção
Visitantes desde Maio 06
Acordo Ortográfico
Prémios recebidos
ThinkingBlogger blog com tomates
Visitantes on-line
online
Agosto 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Posts recentes

Obituário (1): faleceu o ...

De mim, para todos...

Poupança ou... desperdíci...

Já assinou?

Mais uma derrota... que n...

Mais uma derrota... que n...

"Despachados" e secretari...

Até a(s) barraca(s) abana...

Levantando um pouco do vé...

A "importância" do PDM-Oe...

Perguntar, não ofende...

Fim das sondagens sobre o...

29 de Setembro, no Municí...

Até já!

Por esta, muito menos... ...

Por esta, não esperava eu...

Fiquei com uma dúvida...

Revisão do PDM de Oeiras

Apagar o fogo com... gaso...

Isabel Sande e Castro: a ...

Ai João, João...

A "importância" do PDM-Oe...

Ainda o PDM: BE questiona...

PDM Oeiras já está em dis...

"Palavra, depois de dita....

Há cada mistério...

Desfeito o "mistério"...

Esta, sim, é uma excelent...

Temos candidato à Junta d...

Vou Cabo Verde

Ou és por mim...

Arquivos

Agosto 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Outubro 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Links aconselhados
Mais sobre mim
Meteorologia
     
Pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
RSS