Quinta-feira, 21 de Maio de 2009
"Apagão"

Estou em crer que anda por aí alguma empresa-fantasma a vender "borrachas" ao preço da chuva, pois ultimamente, o que não interessa e é incómodo... "apaga-se" ou, simplesmente, faz-se "desaparecer"!

Ora recordem mais este "caso"!

Em 1998, o primeiro-ministro e a mãe mudaram-se para o Edifício Heron Castilho, na Rua Braamcamp, em Lisboa.

Maria Adelaide de Carvalho Monteiro comprou a sua casa a 6 de Novembro e José Sócrates tinha comprado a sua nove meses antes, a 18 de Fevereiro.

Os dois apartamentos foram comprados através de "off-shores" desconhecendo-se a identidade do vendedor no que se refere ao andar de Sócrates, que pagou um preço muito abaixo dos valores de mercado.

Cronologia:

1998 - R. Braamcamp : José Sócrates comprou o apartamento no terceiro andar do Edifício Heron Castilho em Fevereiro, nove meses antes da mãe.

2003 - R. Francisco Stomp : Sofia Fava, ex-mulher de Sócrates, ficou com um apartamento no 7.º andar deste prédio depois do divórcio, avaliada em 265 mil euros.

2005/2006 - "Off-shores": A mãe de Sócrates foi a única a comprar à Stolberg, nas Ilhas Virgens Britânicas. A maioria dos proprietários comprou à Heron, também com sede nas Antilhas Holandesas.

2008/2009 - R. Castilho : O primeiro-ministro vivia sozinho na Rua Braamcamp. Em 2003, depois do divórcio, registou a compra da parte à ex-mulher. A casa foi avaliada em 240 mil euros.

AS PERGUNTAS QUE FICAM POR RESPONDER:

A quem (pessoa ou entidade) é que o Senhor Primeiro-Ministro, José Sócrates, comprou o apartamento na Rua Braamcamp, Edifício Heron Castilho?

Segundo o registo predial do prédio, o Senhor Primeiro-Ministro comprou a parte da sua ex-mulher. Como pagou?

Com que dinheiro e como é que Maria Adelaide Carvalho Monteiro pagou o apartamento? Qual era a profissão da mãe do Senhor Primeiro-Ministro? As conhecidas são doméstica e empregada doméstica e o seu último rendimento declarado é de 250 € por ano.

Tudo certinho e bem explicadinho, não?

E que aconteceu, então, para relembrar este "caso"?

Penso que aqui entrou a magia do Luís de Matos, já que - pasme-se...

"Documentos da casa de mãe de Sócrates perderam-se no notário
Por Felícia Cabrita
 
O Ministério Público (MP) recebeu esta semana uma participação da Ordem dos Notários, que dá conta do desaparecimento dos documentos que suportavam a escritura notarial e identificavam a empresa offshore que vendeu o apartamento no Heron Castilho, em Lisboa, a Maria Adelaide Carvalho Monteiro, mãe do primeiro-ministro.

A queixa criminal foi feita ao DCIAP (Departamento Central de Investigação e Acção Penal), onde decorre o inquérito ao ‘caso Freeport’, e também ao DIAP (Departamento de Investigação e Acção Penal) de Lisboa.
A descoberta foi feita no cartório de Lígia Monteiro, na zona de Santos. A notária, quando se preparava para entregar a escritura da casa de Adelaide Monteiro a um jornalista, pediu a uma funcionária que lhe fosse buscar ao arquivo o maço onde deveriam estar os documentos para os quais a escritura remete. Nomeadamente, os documentos relativos ao imposto de sisa, à identificação da procuradora que, segundo a escritura, representou a empresa vendedora – a Stolberg Investiments Limited, uma offshore sediada nas Ilhas Virgens Britânicas –, bem como o certificado da Incorporação da Sociedade e respectivos documentos.
Mas, no maço para que remetiam todas as escrituras daquele ano, apenas as que se referem à compra do apartamento de Maria Adelaide Monteiro tinham desaparecido. A notária ficou estupefacta e deu ordens para que se procurasse nos maços seguintes. «Nunca me tinha acontecido aquilo. Há regras: os livros têm de estar numerados por folhas e não pode falhar um documento».
"   in  

Mas falhou...

Como nestas coisas de "famiglia" não há como seguir os "bons exemplos", a senhora dos 250 euros está também envolvida noutra "campanha negra"...

 

   in  

Tal mãe, tal filho, tal primo...

Você ainda acredita nele?    

Desta vez não é uma "cova", é um "buraco"...



Publicado por rui.freitas às 02:55
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

4 comentários:
De PINOQUIO XXXIII a 21 de Maio de 2009 às 23:53
Então e sobre a tua alegre casinha???
Não és tão pragmático??'
OK!!!
Não foi na offshore. Foi no mercado livre de Cabo Verde??!!


De rui.freitas a 22 de Maio de 2009 às 02:12
Meu Caro "pinóóóóóóóóóóóóquio", você baralhou-se e meteu os pés pelas mãos. Aliás, anda tão confundido que até se esqueceu que já respondi à pretensa atoarda há largos meses...
Como tal, não me darei ao incómodo de voltar a responder!
Mas sempre lhe digo que não foi em qualquer "off-shore", foi mesmo à Câmara Municipal de Oeiras. Se quiser saber mais, pesquise neste "blog".
Passe bem!


De Isabel Magalhães a 22 de Maio de 2009 às 12:02
Amigo Rui;

Sabe o que lhe digo? A família Sousa e conexos são uns infelizes. Não há 'azar' que não lhes aconteça, coitados!
Ele é cabalas, ele é desaparecimentos, ele é calúnias contra o 'bom nome' do sr presidente do conselho; o homem é uma vítima! Nem sei como ele aguenta tanta coisa sem se demitir. Deve ser a 'endurance' da corrida que o mantem de pé...

Pobre país o nosso!

Votos de bom fim de semana

I.


De rui.freitas a 23 de Maio de 2009 às 00:23
Isabel, de facto, não sei como esta "famiglia" aguenta tanto azar, tantas "campanhas negras" contra esta união inquebrantável...
Se não é o tio, é o primo; se não é o primo é o primo do primo; se não é este, é a mãe deste... Que pouca sorte! Agora, até os "gajos" da União Europeia aceitam que uma "empresazeca" ponha em dúvida a "legalidade" do projecto "Magalhães", que tantos milhões tem dado a um dos amigos...
Então, o trabalho de vendedor ambulante já não merece crédito?
Ele há cada uma!


Comentar post

Sempre na hora certa
anti-corrupção
Visitantes desde Maio 06
Acordo Ortográfico
Prémios recebidos
ThinkingBlogger blog com tomates
Visitantes on-line
online
Agosto 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Posts recentes

Obituário (1): faleceu o ...

De mim, para todos...

Poupança ou... desperdíci...

Já assinou?

Mais uma derrota... que n...

Mais uma derrota... que n...

"Despachados" e secretari...

Até a(s) barraca(s) abana...

Levantando um pouco do vé...

A "importância" do PDM-Oe...

Perguntar, não ofende...

Fim das sondagens sobre o...

29 de Setembro, no Municí...

Até já!

Por esta, muito menos... ...

Por esta, não esperava eu...

Fiquei com uma dúvida...

Revisão do PDM de Oeiras

Apagar o fogo com... gaso...

Isabel Sande e Castro: a ...

Ai João, João...

A "importância" do PDM-Oe...

Ainda o PDM: BE questiona...

PDM Oeiras já está em dis...

"Palavra, depois de dita....

Há cada mistério...

Desfeito o "mistério"...

Esta, sim, é uma excelent...

Temos candidato à Junta d...

Vou Cabo Verde

Ou és por mim...

Arquivos

Agosto 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Outubro 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Links aconselhados
Mais sobre mim
Meteorologia
     
Pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
RSS