Domingo, 12 de Dezembro de 2010
Um "doce" cheiro a etanol...

Não há açúcar nas prateleiras dos super e hipermercados! Eu bem tentei encontrar - porque precisava mesmo - mas em vão...

Há cerca de três anos, abordei aqui - algo "pela rama" e a propósito do constante aumento do petróleo/combustívei - que, esta, era uma situação que muito em breve poderia ocorrer; não me passou pela cabeça, confesso, que esse "futuro" estivesse tão próximo como parece estar.

Antevia, então, que talvez não fosse tão boa ideia cultivar cana de açúcar para produzir etanol, como contrapartida à subida dos preços dos combustíveis a nível mundial. Mas, eu sou eu, apenas um grãozinho na grande máquina que é a Humanidade e que, pelos vistos, deixou de pensar permitindo que outros pensem por ela.

E mesmo não sendo defensor da ideia de que os governos devem pensar pelos cidadãos, é bom que fique registado que aos primeiros compete defender os segundos; isto porque, como é óbvio, não é aos cidadãos de "per si" que cabe definir a política económica-financeira-social a curto, médio ou longo prazo. Tal como não é ao cidadão que compete conhecer as oscilações e tendência dos mercados (e não, não me refiro só aos ditos "mercados" especuladores que ninguém parece saber quem são), sobretudo em matérias que podem colocar em risco o nosso futuro comum.

Tudo isto para tentar dizer-vos o quê?

Ao desafiarem os agricultores mundiais (com especial incidência no Brasil e Índia) a produzirem mais cana-de-açúcar, prometendo-lhes chorudos lucros se o produto final (o açúcar) fosse canalizado, não para o consumo humano mas sim para a produção de etanol (designado como "combustível limpo"), fácil era prever que os mesmos aproveitariam a oportunidade que lhes era dada para, desse modo, "facturarem" mais com o mesmo esforço. O mesmo aconteceu com os produtores de beterraba e de milho, por exemplo.

Para consumo humano, os senhores do mundo decidiram que o melhor era "criar" o milho transgénico, de duvidosos resultados para a saúde dos consumidores, enquanto o verdadeiro milho (maçaroca), com ADN não manipulado, passaria a servir também a "causa" da "concorrência" aos combustíveis fósseis e ditos finitos... Que não são; é apenas mais uma forma de enganarem o "pagode"! Que acredita, sem questionar!

Antes mesmo do que eu pensava, começámos já a pagar os primeiros custos dessa factura: para já, a escassez do açúcar nos mercados mundiais, com o consequente aumento dos preços para muito em breve, seguindo-se-lhe, naturalmente, a escassez da beterraba e do milho para consumo humano.


  

 

Tudo, para que o crude/petróleo fosse derrotado. E foi? Não, claro que não!

Veja-se o que aconteceu nestas últimas semanas, com o preço do gasóleo e da gasolina a bater recordes de 2008...

Se estivéssemos a falar da União Europeia (a tal, que se assumiu há anos como sendo "dos cidadãos"), não me espantaria, pois essa é a mesma que pagava para plantar vinha e para a arrancar, para construir barcos de pesca e para os abater, para plantar girassóis e para os arrancar, para produzir mais leite e para multar quem ultrapassasse as quotas (?) e via cidadãos (sobretudo crianças e idosos) sem acesso ao mesmo, para produzir manteiga e para a atirar ao lixo, enfim... esta Europa que, hoje, manda (ou não) a três velocidades e é (co)mandada apenas e só pela toda-poderosa Alemanha.

Notícias de hoje, garantem que, amanhã (segunda-feira), os stocks de açúcar estarão repostos... Mas, enquanto isso, a RAR prefere despedir trabalhadores e importar o "ouro branco"!

A brasileira UNICA - União da Indústria de Cana-de-Açúcar, exultava com a produção recorde de 2007/2008, anunciando que "o “mix” de produção estimado para a safra é de 55,3% para álcool e 44,7% para açúcar." Veja-se que os humanos continuavam, desde os anos 70, a perder terreno para os combustíveis, constatando-se que a cana-de-açúcar "batia recordes na matriz energética".

Já este ano, a 1 de Setembro, a Agência Brasil voltava a reafirmá-lo, garantindo que "a alta do açúcar não colocará em risco a produção de etanol e que o optimismo estava em alta para 2010 por parte da União da Indústria da Cana-de-Açúcar".

Recuemos novamente no tempo, para recordar o que o jornal "Estado de São Paulo" escrevia, a 13 de Junho de 2007, sob o título:

"Açúcar-Ético - Etanol: problema ou solução?"

"O mar de etanol, que promete encobrir o mundo nas próximas décadas, mal começou a ser formado e já tem água suficiente para lançar o Brasil em uma intrincada polêmica".

Até quando, vai a Humanidade aguentar e, acima de tudo, tolerar ser manipulada pelos seus governos como um qualquer transgénico?

Ah! O "pirata", não esqueçamos, é agora o WikiLeaks... e outros seguidores!

Já que a Humanidade se acomodou e não reage, alguém tem de tomar a iniciativa. Dentro de dias, "nascerá" o continuador do WikiLeaks, baptizado já com o nome de Openleaks.

Fecha-se, cada vez mais, a margem de manobra para a mentira!



Publicado por rui.freitas às 23:21
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Sempre na hora certa
anti-corrupção
Visitantes desde Maio 06
Acordo Ortográfico
Prémios recebidos
ThinkingBlogger blog com tomates
Visitantes on-line
online
Agosto 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Posts recentes

Obituário (1): faleceu o ...

De mim, para todos...

Poupança ou... desperdíci...

Já assinou?

Mais uma derrota... que n...

Mais uma derrota... que n...

"Despachados" e secretari...

Até a(s) barraca(s) abana...

Levantando um pouco do vé...

A "importância" do PDM-Oe...

Perguntar, não ofende...

Fim das sondagens sobre o...

29 de Setembro, no Municí...

Até já!

Por esta, muito menos... ...

Por esta, não esperava eu...

Fiquei com uma dúvida...

Revisão do PDM de Oeiras

Apagar o fogo com... gaso...

Isabel Sande e Castro: a ...

Ai João, João...

A "importância" do PDM-Oe...

Ainda o PDM: BE questiona...

PDM Oeiras já está em dis...

"Palavra, depois de dita....

Há cada mistério...

Desfeito o "mistério"...

Esta, sim, é uma excelent...

Temos candidato à Junta d...

Vou Cabo Verde

Ou és por mim...

Arquivos

Agosto 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Outubro 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Links aconselhados
Mais sobre mim
Meteorologia
     
Pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
RSS