Segunda-feira, 9 de Maio de 2011
Programa Eleitoral do PSD

In Económico - (clicar na imagem)



Publicado por rui.freitas às 01:01
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

10 comentários:
De Eduardo Murinello a 9 de Maio de 2011 às 13:28
O problema e a solução? O Estado, claramente!
Gostei de ouvir. Muitos anos trabalhei nos SMAS de Oeiras e muito menos- felizmente! -, na CMO. Sei que as horas extraordinárias funcionam como complementos de vencimentos, na generalidade, ou como pagamento de "servilismo" público em casos pontuais, designadamente nas esferas de acção mais directa das chefias políticas e administrativas. Tudo dentro da legalidade mas tendo por base um tratamento de favor inadmissível. Aparentemente, este "jovem" dirigente sabe do que fala porquanto em muitos locais as percentagens do valor total dos vencimentos ultrapassa os 10-15%.
Que medida sensata e que coragem de a exprimir claramente da forma que o fez: compensação em horas. Assim se acaba com as horas extraordinárias inventadas.

Eduardo Murinello, funcionário aposentado dos SMAS de Oeiras


De ANÓNIMO a 9 de Maio de 2011 às 14:14
Se trabalhou muitos anos nos SMAS e alguns na Câmara sabe também que há alguns que trabalham mesmo e portanto merecem ser pagos e é pena que só agora venha dizer isso.
Quanto à agenda radical do PSD sinceramente não me agrada e espero que não fique muito desiludido quando descobrir ao serviço de quem está Catroga.
É pó Nobre é pó Nobre.
Portugal não está só na bancarrota também faliu moral e intelectualmente e os seus ex SMAS e a Câmara são um bom exemplo disso.

Um abraço


De rui.freitas a 9 de Maio de 2011 às 21:53
Caro Anónimo (9 de Maio de 2011 - 14:14), não é só nos SMAS que a injustiça acontece. Mas a isso lhe responderá certamente o autor do comentário - Eduardo Murinello.
Tomo a liberdade de lhe responder, apenas porque refere uma "agenda radical do PSD" (partido no qual milito e isso não quero deixar passar em branco). Primeiro, se a "agenda raqcidal" não lhe agrada, só tem de encontrar outra que tenha mais a ver consigo... a do PS, não sei... talvez? 1.º, porque trem a vantagem de ser duplamente "rosa", quer pela cor partidária, quer pela ilusão que carrega e engana!
Mas também confesso que não sei bem o que é uma "agenda radical"! Será uma agenda que pretende melhor justiça no pagamento das taxas moderadoras, por exemplo? É que ainda hoje, num Hospital onde tive uma consulta, ouvi esse comentário que o PS quis tornar num "papão". E sabe que a conta a fazer é tão simples como isto? Se eu ganho o ordenado mínimo (485,00€) e pago 4,60€ de taxa, porque carga de água é que alguém que ganha dez ou cinco vezes mais do que eu vai pagar o mesmo valor? Acha justo? Eu, NÃO!
E este é apenas um dos muitos exemplos que enceria esta resposta ao seu comentário...
Já agora, sempre lhe digo que concordo consigo numa coisa: Portugal está na bancarrota (graças a Sócrates & C.ª que a negaram até ao limite do possível, e faliu de fac to moral e intelectualmente; não por culpa dos organismos mas de quem os dirige ou supervisiona! Os exemplos são inúmeros: CMO, SMAS, Juntas do Concelho e,se reparar bem, um pouco por todo o País!


De rui.freitas a 9 de Maio de 2011 às 21:55
Errata: onde se lê "raqcidal", deve ler-se, "radical". Coisas da dislexia que por vezes nos deixa ficar mal...


De Eduardo Murinello a 9 de Maio de 2011 às 22:49
Se percebi bem o seu 1º parágrafo, insurge-se por eu só agora dizer isto? Caro garboso anónimo, não é de mim que estou a falar: a coragem e a clareza a que me referia era a do Dr. Passos Coelho. É ele que pretende ser 1º ministro e o que elogio é uma medida prática, eficaz e corajosa porque não se refugia em generalidades. Em tempo de vacas magras é assim. Diz-me que há quem trabalha e faz mesmo as horas extraordinárias?!Olha que novidade! Mas agora serão compensadas em horas. Também se neutraliza a sua utilização arbitrária e cúmplice, geradora de climas injustos nas relações de trabalho.
Falência moral e intelectual é grandiloquente. Portugal,os "meus" SMAS e CMO estarão assim, diz-me. Nesse aspecto parece estar mais bem informado do que eu. Considere o outro ponto de vista: que vale a pena lutar pelas coisas de que se gostam, mesmo quando nada recebemos em troca monetariamente, uma espécie de compensação em horas.

Passe bem!


De rui.freitas a 9 de Maio de 2011 às 21:40
Caro Eduardo, começo por pedir-lhe desculpa, mas não resisto a perguntar-lhe se era irmão do meu ex-colega e amigo João Murinello, Jornalista que muito admirei, por ser capaz de fazer uma longa entrevista, sem gravador, tomando escassas notas, e reproduzi-la sem erros ou omissões. Mas isso, entra na esfera pessoal... Há anos que ouvi falar de si, na CMO e SMAS, mas penso nunca o ter conhecido pessoalmente!
Quanto ao Programa para "Mudar Portugal", confesso que ainda não o li aprofundadamente e contém pormenores que eu alteraria. Mas, como não sou economista nem a área económico-financeira é do meu agrado, encontro noutros sectores medidas de coragem que apenas precisam ser entendidas pelos eleitores; espero que o facilitismo a que muitos foram habituados, lhes permita ao menos destrinçar entre quem "promete o céu de borla" de quem promete um futuro "melhor, mas com algum sacrifício de todos". Sim, eu disse; de todos, e não apenas de alguns.
O(s) caso(s) que refere, são por demais conhecidos a vários níveis da administração central e local. Sei que, aqueles que merecem, raramente recebem; enquanto outros, partidariamente amigos, recebem sem merecer...
Por isso, Está na Hora de Mudar!


De Eduardo Murinello a 9 de Maio de 2011 às 22:58
Caro Rui Freitas:
Observador-nem sempre atento!-, dos blogs de Oeiras, nutro especial simpatia pelo seu, pela frontalidade com que aborda as coisas camarárias, oeirenses. Parabéns pelo seu trabalho. Este tipo de informação é fundamental nos tempos que correm.
Agradeço muito as referências elogiosas que fez ao meu irmão.
Cumprimentos


De rui.freitas a 11 de Maio de 2011 às 01:21
Eu é que agradeço os elogios que me tece, com a garantia de que, enquanto puder, não deixarei de denunciar e desmascarar "jogos" e "joguinhos" de bastidores ou de poder, venham eles de onde vierem.
Quanto ao João, foi uma honra ter trabalhado com ele, acredite!


De hummming a 14 de Maio de 2011 às 04:04
Está na hora de mudar a bandalheira em que se transformou este país:

«Via a Quarta República, tomamos conhecimento de como se gere uma empresa de uma forma comuna. A Alexandre Alves, o Barão Vermelho, já nos havíamos referido no passado. Mas é obrigatório voltar a esta notícia, para que os Portugueses percebam a bandalheira a que se chegou!

A notícia do Correio da Manhã refere que o pseudo-empresário, através da RPP Solar, já deve 3.6 milhões de euros à empresa Precore, uma empresa de pré-fabricação de betão do Montijo. Mas para além desta dívida, mais haverá certamente, dado que toda a história associada à RPP Solar assume contornos escandalosos. Já devia ter começado a produção há mais de um ano, e que daqui a uns meses prometia 1800 postos de trabalho. A autarquia, especialmente o ex-presidente Nelson Carvalho, também está embrulhada no meio desta trapalhada toda, mas ainda deve acreditar nisto da Economia Verde... Enquanto esta notícia não tenha uma cobertura Nacional que merece, podem ir lendo os posts dos blogs Cidadãos por Abrantes e Rexistir por Abrantes.»

http://ecotretas.blogspot.com/2011/05/o-barao-de-abrantes.html


De rui.freitas a 14 de Maio de 2011 às 22:41
Meu Caro "hummming", porque não quero que as suas abalizadas e válidas opiniões aqui expressas se diluam em simples comentários, tomarei novamente a liberdade de as transformar em "post" no "Pinhanços dixit..."
A sua valiosa colaboração assim o merecem!
Obrigado.


Comentar post

Sempre na hora certa
anti-corrupção
Visitantes desde Maio 06
Acordo Ortográfico
Prémios recebidos
ThinkingBlogger blog com tomates
Visitantes on-line
online
Agosto 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Posts recentes

Obituário (1): faleceu o ...

De mim, para todos...

Poupança ou... desperdíci...

Já assinou?

Mais uma derrota... que n...

Mais uma derrota... que n...

"Despachados" e secretari...

Até a(s) barraca(s) abana...

Levantando um pouco do vé...

A "importância" do PDM-Oe...

Perguntar, não ofende...

Fim das sondagens sobre o...

29 de Setembro, no Municí...

Até já!

Por esta, muito menos... ...

Por esta, não esperava eu...

Fiquei com uma dúvida...

Revisão do PDM de Oeiras

Apagar o fogo com... gaso...

Isabel Sande e Castro: a ...

Ai João, João...

A "importância" do PDM-Oe...

Ainda o PDM: BE questiona...

PDM Oeiras já está em dis...

"Palavra, depois de dita....

Há cada mistério...

Desfeito o "mistério"...

Esta, sim, é uma excelent...

Temos candidato à Junta d...

Vou Cabo Verde

Ou és por mim...

Arquivos

Agosto 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Outubro 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Links aconselhados
Mais sobre mim
Meteorologia
     
Pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
RSS