Domingo, 10 de Julho de 2011
As "vantagens" do Facebook

Para além de problemas já conhecidos pelos utilizadores, não restam dúvidas que o Facebook tem algumas vantagens francamente interessantes... e sedutoras. Uma delas, é conhecer pessoas e fazer novas amizades, e outra - para mim, bem mais importante - é a possibilidade de assumirmos as identidades que bem entendermos, permitindo-nos, dessa forma, saber por onde andam e o que fazem certos "amigos". Há quem considere isso um problema; eu acho que dá bastante jeito!

Dá, por exemplo, para partilhar online (com esses "amigos") um interessante jogo (que dá pelo nome de "Mafia Wars") que consegue envolver pessoas "muito interessantes", sugestionadas, quem sabe, pela designação do mesmo.

Vou mesmo ao ponto de vos contar - aqui, que ninguém nos ouve... -, que existem jogadores completamente "viciados" que, até nas horas e local de trabalho, passam agradáveis e longos momentos a tentar "subir na hierarquia mafiosa".

Bem pode o jardim da Praceta Dionísio Matias estar quase transformado em "piscina", que o sr. administrador dos SMAS está mas é preocupado em manter o seu elevado estatuto no "Mafia Wars". Tão elevado, que se viu "obrigado" a "criar" duas novas identidades, de modo a "descer" ao nível de outros dois jogadores que, apenas por mero acaso, são funcionários recentemente contratados para as "águas", sendo que uma é também secretária da JFPA e outro 2.º vogal da autarquia paço-arcuense.

De qualquer modo, deixo os parabéns pela recente distribuição pelos SMAS de seis milhões de euros pelas câmaras de Oeiras e Amadora... 3.000.000 a cada uma!



Publicado por rui.freitas às 01:08
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

17 comentários:
De Anónimo a 10 de Julho de 2011 às 08:37
Realmente há uns presentes de corpo na Assembleia sempre com o computador ligado pelo que o espirito deve estar no tal de facebook.


De rui.freitas a 12 de Julho de 2011 às 00:52
Pois... o corpo está presente mas o espírito ausente!


De Isabel Magalgães a 12 de Julho de 2011 às 02:14
O Jardim Infantil BAMBI , da freguesia da CQD , é uma IPSS a que há 9 anos foi retirado o equipamento de jardim. Já pedi à CMO , à Misericórdia de Oeiras e à JFCQD a sua substituição; já pedi inclusivé aos SMAS que fizessem de mecenas e não tive resposta. Com tanto lucro a compra de um par de escorregas e de baloiços seria uma insignificância. Assim houvesse vontade. As crianças agradecem!


De Paulo Lopes a 12 de Julho de 2011 às 02:30
Isabel,
Muito a propósito este seu comentário.
Apenas lhe agradeço o não deixar cair no esquecimento esta questão, que faço questão de levar mais uma vez à próxima Assembleia de Freguesia da Cruz Quebrada-Dafundo.


De Isabel Magalhães a 12 de Julho de 2011 às 02:45
Caro Paulo;

As crianças do BAMBI agradecem o empenho. A JFCQD também acedeu ao meu pedido mas não teve feedback de quem é suposto mandar substituir o equipamento. Pela minha parte vou continuar a divulgar a falta do equipamento de jardim do BAMBI.

Abraço
IM


De rui.freitas a 15 de Julho de 2011 às 02:02
Amiga Isabel, é de louvar o seu interesse na melhoria das condições para as saudáveis brincadeiras das crianças do BAMBI. Espero bem que o seu pedido seja atendido rapidamente e por quem de direito, pois como sabemos, o melhor do Mundo são as Crianças!
Espero poder celebrar depressa esta sua vitória, em prol de uma nobre causa!


De Isabel Magalhães a 15 de Julho de 2011 às 23:14
Amigo Rui;

Eu também espero porque, como sabe, já há cerca de um ano que ando a lutar pela reposição do referido equipamento de jardim do BAMBI da CQD.

Abraço
I.


De Paulo Lopes a 12 de Julho de 2011 às 02:39
Rui, Desculpe mas desta vez estou um pouco em desacordo consigo.
É preciso ter em atenção que o excesso de trabalho e o trabalhar muitos minutos seguidos, pode provocar stress e outros problemas do foro psicológicos nos funcionários bem como nos seus dirigentes.
Assim é de forma positiva que vejo serem introduzidos no normal horário de trabalho, quer o Mafia Wars quer outros jogos do Facebook , pois assim a custo zero, consegue-se promover uma boa harmonia no local de trabalho ao mesmo tempo que se alivia o stress.
E como disse, ao serem a custo zero, neste caso para o SMAS , isso permite não prejudicar as verbas a entregar às Câmaras Municipais de Oeiras e da Amadora.
Que outra prova quer de que esta situação não prejudica o normal funcionamento dos serviços que a distribuição dos referidos 6 milhões.
Vá lá Rui, modernize-se um bocadinho............
Um abraço,
Paulo Lopes


De rui.freitas a 15 de Julho de 2011 às 02:08
Pois é, amigo Paulo, não tinha visto "a coisa" por esse prisma e, por isso, tenho de concordar consigo: "trabalhar muitos minutos seguidos, pode provocar stress e outros problemas do foro psicológicos nos funcionários bem como nos seus dirigentes". Há mesmo quem diga que, trabalhar, cansa... Daí que nada como levar o "recreio" para o local de trabalho que, aliás e como aqui é referido, foi considerado das melhores empresas para trabalhar, em Oeiras. Eu disse trabalhar, não disse?
Além disso, "trabalhar" em três "empregos" distintos, deve cansar ainda mais: JFPA, SMAS e UATLA. Caramba, é obra!
Numa empresa a sério, privada, acabava-se.lhes logo a vontade de "brincar"!
Mas, pronto, se é a custo zero... "bora" lá para o Facebook!
:-)))


De Os 3 Mosqueteiros de Oeiras a 13 de Julho de 2011 às 13:30
Parabéns aos SMAS? Porquê? 3 milhões a cada Presidente de câmara? Não acha demais? Não quer isto dizer que aqueles manguelas lá dos SMAS se transformaram apenas numa agência de cobrança, à moda dos aguadeiros do antigamente, muito antigamente?
Ó Rui será que o sangue novo o embebedou? Não me diga que bebeu desse sangue novo com os seus novos companheiros laranja alface? Já tudo numa boa n'é?


De rui.freitas a 15 de Julho de 2011 às 02:18
Caro(s) Os 3 Mosqueteiros de Oeiras, nos parabéns, estava implícita uma grande dose de ironia, mas enfim...
Não é a distribuição do lucro que me preocupa, mas sim as alcavalas que os Munícipes têm de pagar para que esse lucro exista, e sobretudo que seja também para pagar "festas e romarias".
Essa do "sangue novo" (beber sangue, é demasiado vampiresco para o meu gosto), é a segunda atoarda que me dirige(m), mas não pega... À beira de cumprir 60 anos, fui, sou e serei sempre defensor da injecção de sangue novo com ideias e projectos novos, razão pela qual o "barrete" não me encaixa!
Quanto ao último comentário, refuto-o veementemente, até porque já expliquei as razões da minha pouca assiduidade neste "blog". Uma delas, é o meu crescente "interesse" em certas páginas do Facebook, como vê(em)... Para que conste, não, não está "tudo numa boa" nem nunca estará!
Jamais contarão comigo para pactuar com promiscuidades - no caso, político-partidárias. Por isso, pode(m) dormir descansado(s).


De Os 3 Mosqueteiros de Oeiras a 15 de Julho de 2011 às 13:56
Caro Sr. Rui Freitas

Desculpe esta forma desabrida de "puxar" por si. É, um pouco, esta tradição de espadachins. Sem qualquer ofensa, é só ternura. Conhecemos bem a sua rectidão. Com estima

Os 3 Mosqueteiros de Oeiras

P.S- Asseguramos-lhe que o prémio é tudo, menos merecido! Também, sem ofensa, agora há prémios para tudo. A imaginação ao poder, diziam os estudantes de Maio de 68...


De rui.freitas a 16 de Julho de 2011 às 01:31
Nunca sei a qual dos "3 Mosqueteiros de Oeiras" me devo dirigir; se ao "Athos, ao Porthos ou ao Aramis", para dizer(-vos) que, assim sendo, a tradição ainda é o que era e que não me sinto de forma alguma ofendido... mesmo que os comentários sejam irónicos, algo acutilantes e até atrevidos, mas sem a ofensa pessoal. Esse, não tolero, para que conste, e na maior parte das vezes, reajo mal!
Dito isto, discordar ironicamente sobre o merecimento do prémio. Então, mesmo perante os factos aqui apresentados e que "provam" que nos SMAS o relacionamento entre os "amigos" e as "amigos" é tão bom, mas tão bom, e "despacham" o expediente tão depressa, que até sobra tempo para "brincar" no Facebook, e diz(em) que o galardão não foi "merecido"? Claro que foi! :-)
Por muito que queiramos, o Maio de 68 não volta mais... é como o tempo. Quem o pôde viver, viveu-o e se o não fez, fizesse-o...
A terminar, o meu obrigado, mesmo sincero, por haver quem continue a reconhecer a minha humilde rectidão. Posso ter (e tenho certamente) outros defeitos, mas pauto a minha vida pela rectidão, seriedade e honestidade.
Bom fim de semana.


De Anónimo a 13 de Julho de 2011 às 19:56
Bolas, nunca vi tanta gente a falar mal. Pensem um bocadinho, se os SMAS são a melhor empresa para se trabalhar, por alguma coisa será. Os empregados não trabalham muito, divertem-se, fazem jogos (não só na internet) e etc.
Que a senhora conseguiu um bom tacho onde pode jogar, é porque tem capacidades acrescidas que a fazem merecedora! È uma funcionaria da excelência, com méritos reconhecidos. Pelo menos é barra no ciberespaço.
Invejosos.
E o outro que também lá conseguiu tacho sabe muito de internet ou ainda não repararam no super e actualizadíssimo site da freguesia de Paço de Arcos? Pois, não é super ? não está actualizado ? pena, mas as batalhar do Mafia têm o seu tempo de jogo ou perdem níveis ! È uma questão de prioridades, bolas.


De rui.freitas a 15 de Julho de 2011 às 02:26
Caro Anónimo (13 de Julho de 2011 - 19:56), é sempre bom trabalhar numa empresa à qual foi outorgado tal galardão que, pelo que sei, ouço e me comentam, considero "merecido". Ou será que jogar no Facebook, durante as horas de trabalho, numa empresa privada e séria não daria lugar a ser indicada a porta da rua? Portanto, como nesta isso não acontece e o grupo de "amigos" até vai crescendo, é porque deve ser mesmo bom "trabalhar" nos SMAS.
Como diz - e bem -, afinal os "jogos" não ocorrem apenas na Internet... também se "joga" muito nos corredores, e não só!
Eu sei que tudo é "uma questão de prioridades", eu sei, e que o ambiente também é propício a isso ("trabalhar" com "amigos" é sempre melhor...), mas você esqueceu-se que eu citei três e não apenas dois "amigos". Faltou-lhe um na contagem. Confirme lá, mesmo que ele não tenha ainda atingido o nível "mafioso" que pretende! Mas o rapaz faz-se...


De Anónimo a 15 de Julho de 2011 às 15:03
Meu caro, estão lá muitos que fazem parte de pandilha. Não 1 não 2 e nem 3.
O Anormal, a namorada, o filho da mamã, a mamã, o judas... quantos quer?
E sim, todos vão ao Máfia e plantar abóboras na quinta. veja lá se entende, foram admitidas pessoas ao serviço sem haver realmente serviço para elas, e os colegas falam. Agora, quem passa nos corredores vê estes indivíduos com a cabeça metido no teclado do computador a dar uma de trabalhadores exemplares.
Falava-se muito de que o Anormal iria para o governo com o compadre Relvas, mas ainda não vimos nada. O que se sabe é que o compadre vai liderar a eliminação de freguesias e uma delas será a de Paço de Arcos. Pobre de quem se pôs durante anos em bicos de pés, alienou as pessoas à sua volta, a pensar que teria possibilidades de vir a ser presidente.
Entretanto, se calhar a pensar no fim da freguesia, aquela malta já se encostou à box e não faz nada, alias, nunca fizeram muito.
Deixe-os lá continuar a jogar até que alguém se lembre que os ordenados deles são pagos por todos nós, e os denuncie. A culpa é toda nossa, que permitimos que nos roubem todos os dias.


De rui.freitas a 16 de Julho de 2011 às 01:58
Caro Anónimo (15 de Julho de 2011 - 15:03), é claro que essa casa tem dado para tudo, como tenho tentado chamar a atenção, e agora volta à "ribalta", de novo por razões menos próprias.
Fez bem, aliás, em recordar que o "Farmville" é outro momento para aliviar o "stress" do "trabalhoso" dia de alguns "funcionários" que, quando não têm nada para fazer, fazem nada, cirandam pelos corredores, chateiam quem, de facto, trabalha, geram intrigas (dividir para reinar...) e vão olhando para o relógio...
Apenas não quis que esquecesse essa "figura tão importante" que é o "Judas 2", acrescendo, é evidente, a dita cuja e o filho da mãe... salvo seja!
Alexandre Relvas pode ser compadre, mas não é parvo... Mais faltava arranjar mais um "tachinho", não? O Perfeito Anormal bem pode esperar sentado, porque muito antes dele, há outro que já se perfila (quem será?) e anda a arrumar as malas!
Já numa das respostas aqui deixadas por mim, lembrei que "trabalhar cansa", por isso mais vale ir devagarinho, muito devagarinho, sobretudo porque o calor também não ajuda a grandes "cavalgadas".
Desconheço e fiquei surpreso, quando refere a possível extinção da Freguesia de Paço de Arcos. Com toda a sinceridade, nunca essa possibilidade me passou sequer pela cabeça e, repito, espero não corresponda à verdade, pois se assim for, pergunto: e ninguém se mexeu ainda?
Tanto quanto julgo saber, não foi sequer concluído o processo de extinção de freguesias; ainda é tão só uma séria probabilidade e, nalguns casos, até concordo. Mas, Paço de Arcos? Era mais o que faltava...
Vou estar ainda mais atento do que o habitual e, garanto, se algo me chegar aos ouvidos, serei o primeiro a encabeçar os necessários protestos de contestação e explicação das inegáveis tradições e importância da terra que eu adoptei e me adoptou. Paço de Arcos tem, tanto quanto recordo, cerca de 12 a 13 mil eleitores e, nunca por nunca deve ser extinta; quanto muito, deve voltar a integrar o território da freguesia desanexada em 2001, que é Caxias, perfazendo assim um total de 20.000 eleitores. Essa é, para mim, a única solução negociável.
Estarei, portanto, na primeira linha, se tal questão vier sequer a colocar-se!


Comentar post

Sempre na hora certa
anti-corrupção
Visitantes desde Maio 06
Acordo Ortográfico
Prémios recebidos
ThinkingBlogger blog com tomates
Visitantes on-line
online
Agosto 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Posts recentes

Obituário (1): faleceu o ...

De mim, para todos...

Poupança ou... desperdíci...

Já assinou?

Mais uma derrota... que n...

Mais uma derrota... que n...

"Despachados" e secretari...

Até a(s) barraca(s) abana...

Levantando um pouco do vé...

A "importância" do PDM-Oe...

Perguntar, não ofende...

Fim das sondagens sobre o...

29 de Setembro, no Municí...

Até já!

Por esta, muito menos... ...

Por esta, não esperava eu...

Fiquei com uma dúvida...

Revisão do PDM de Oeiras

Apagar o fogo com... gaso...

Isabel Sande e Castro: a ...

Ai João, João...

A "importância" do PDM-Oe...

Ainda o PDM: BE questiona...

PDM Oeiras já está em dis...

"Palavra, depois de dita....

Há cada mistério...

Desfeito o "mistério"...

Esta, sim, é uma excelent...

Temos candidato à Junta d...

Vou Cabo Verde

Ou és por mim...

Arquivos

Agosto 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Outubro 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Links aconselhados
Mais sobre mim
Meteorologia
     
Pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
RSS