Domingo, 9 de Outubro de 2011
Madeira cumpriu a "tradição"!

 

O PSD Madeira conquistou 48,56% dos votos e elegeu 25 deputados. O CDS foi o segundo partido mais votado, com 17,63% dos votos e elegeu 9 deputados. Quanto ao pobre PS (do BE nem vale a pena falar...), desceu de 7 para 6 deputados (11,6%, o pior resultado de sempre na Região), provando que Maximiano Martins não foi o homem certo para o lugar certo ou, se preferirem, que a arrogância não compensa e só Alberto João a "sabe usar" da forma como os madeirenses querem, permitem e gostam.
É certo que o PSD/Madeira passou de 64% para 48,6% (de 33 para 25 deputados), mas isso ficou a dever-se, entre outras razões, ao facto de ter sido "bombardeado" incessantemente, interna e externamente, por todos os partidos (incluindo algum distanciamento do PSD Nacional, como se compreende (?) ) e ainda, penso eu, pelos mais de 25.000 novos eleitores que votaram nestas difíceis eleições.
Alberto João, em especial, e os madeirenses, em geral, terão de perceber que algo tem mudado nos últimos anos e que os meios para atingir os fins também já não devem ser os mesmos. Portugal - no seu todo - "navega" em águas turbulentas, graças à "herança" socialista, pelo que a Madeira não pode nem deve ser excepção no que concerne ao "aperto de cinto" nacional; aliás, já se prenunciam medidas mais restritivas para a RAM, cabendo agora aos madeirenses darem igualmente o seu contributo para o esforço que a todos é pedido, e a Alberto João Jardim a necessária contenção nos discursos e nos actos (na teoria e na prática), preperando desde agora a sua inevitável sucessão a termo... até por razões da sua abalada saúde.
Pela minha parte, congratulo-me com o péssimo resultado obtido pelo PS/M, com o notável crescimento do CDS-PP e, naturalmente, com a vitória do PSD/M e de Alberto João em especial.

 

Nota: Desenganem-se, desde já, aqueles que pretendam comparar a minha posição relativamente à Madeira e a Oeiras, pois são realidades bem distintas; o "buraco" é maior na Região, sem dúvida, mas as razões são bem diferentes.



Publicado por rui.freitas às 23:51
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

12 comentários:
De TLD a 10 de Outubro de 2011 às 15:37
O senhor é uma autêntica anedota. O Jardim é um grande homem porque fez obra e deixou uma dívida monstruosa.

Quanto ao Isaltino, fez obra mas parece que é um malandro qualquer.

Tenha dó. Espero bem que os madeirenses aprendam a sua lição quando virem os seus impostos a aumentarem brutalmente para pagarem as obras do Jardim.


De Leite pereira a 10 de Outubro de 2011 às 15:50
Só para indicar uma ligeira diferença entre Jardim e Isaltino
Um fez obra e não ficou com sobras de nada. O outro fez obra e ficou segundo o Tribunal com muitas sobras.
Quem quizer que descubra qual é um e outro


De TLD a 10 de Outubro de 2011 às 16:26
Não sei do que fala. O Isaltino só está condenado por fraude fiscal e branqueamento de capitais.

É que se quer entrar no campo das suposições também há muitas histórias engraçadas sobre o Jardim e os seus amigos (assim como as há relativamente ao Isaltino). O que me parece é que há aqui uma grande dualidade de critérios. Tivesse investigado o Jardim como investigaram o Isaltino e tinham encontrado muitos esqueletos no armário.


De Leite pereira a 10 de Outubro de 2011 às 17:21
O problema está no SE.....


De rui.freitas a 14 de Outubro de 2011 às 02:21
Amigo Leite Pereira, quase me escuso de responder aos comentários "humorísticos" do/da TLD, pois você já se antecipou. Mas, enfim, lá vai, apenas e só para acrescentar que o dito/a dita TLD se esqueceu de ler a Nota de rodapé do "post". Está tudo lá, como usa dizer-se. Mais comentários, para quê?


De ABEL a 10 de Outubro de 2011 às 22:14
As histórias engraçadas sobre o Jardim é a GRANDE OBRA que fez na Madeira. E não merecia ser esfaqueado desta maneira. Se calhar não usa avental nem papa missas.
O Jardim é incomparável.


De rui.freitas a 14 de Outubro de 2011 às 02:31
Caro Abel (10 de Outubro de 2011 - 22:14), permito-me repetir aquilo que escrevi: só quem não conheceu a Madeira há 15 ou 20 anos pode ter uma ideia tão distorcida da realidade actual da Região. Foi e é uma grande obra, apenas manchada agora pelo facto já explicado pelo próprio Alberto João Jardim e que começará a penalizar os madeirenses. No entanto, sendo madeirense, também sou português (óbvio), e por isso entendo que os sacrifícios devem ser divididos por todos; pena é que "certos" portugueses continuem a passar por entre os pingos da chuva sem se molharem. Mas isso é outra história...
Comparar o incomparável, é obra de quem não quer ver o óbvio e isso, como diz, baseia-se no uso ou não uso do "avental", que permite adiamentos e recursos "ad eternum". Será por mais tempo? Quem sabe!?!?!?


De Diogo a 12 de Outubro de 2011 às 20:47
Muito, muito dúbia, essa Nota Final...


De rui.freitas a 14 de Outubro de 2011 às 02:24
Caro Diogo (12 de Outubro de 2011 - 20:47), repito o que escrevi acima, em resposta ao/à TLD: a Nota de rodapé não é dúbia, é bem explícita; pena é que a não leu com "olhos de ler" e de entender, pois no seu "A Natureza das Coisas" não encontro grandes diferenças de análise.
Você analisa de uma forma (gostei de alguns "post") eu analiso à minha maneira, aquela que entendo ser mais correcta.


De Azeitonas Cósmicas a 13 de Outubro de 2011 às 00:27
Absolutamente absurdos alguns comentários aqui colocados. Como é possível sequer entrar numa comparação entre Isaltino e Jardim.

São ambos corruptos, independentemente da formacomo exercem essa corrupção. Quero lá saber que tenham feito obra, é para isso que são eleitos e bem pagos.

Cometeram crimes, têm que ser julgados e condenados como qualquer cidadão.

Lamentável ignorância a de um povo que se deixa prostituir desta forma!!!!


http://azeitonascosmicas.blogspot.com/


De rui.freitas a 14 de Outubro de 2011 às 02:38
Caro "Azeitonas Cósmicas" (que raio de título para um blog...), se existem aqui comentários absurdos, o seu ganha-os a todos.
Eu percebo que existam pessoas a defender Isaltino Morais pela obra feita (até dizem que "roubou, mas fez..."), tal como eu estou no meu direito de defender a obra de Alberto João na terra onde nasci: a Madeira! Nem por isso chamei corrupto a um ou a outro.
A grande diferença, que você se "esqueceu" de acrescentar, é que um jurou (eu ouvi, note bem) que nunca seria sequer arguido; foi-o, foi acusado e foi condenado, e apenas os meandros da Lei permitem que o caso se arraste até a eventual prescrição. Ao outro, não conheço qualquer acusação...
Semelhança? Apenas uma: ambos gostam de fumar charuto. Como eu também gosto (mas não tenho dinheiro para os pagar), será que também entro no seu "rol"?


De Azeitona Cósmica a 15 de Outubro de 2011 às 20:40
Não se enerve caro amigo Rui Freitas. A única diferença entre os dois é que no caso do seu conterrâneo ainda ninguém se preocupou em investigar verdadeiramente. O Sr. Alberto João é um pequeno ditador e controla muito bem o território da Madeira. Tem muitos párias que o circundam e o escudam dos ataques da justiça e da democracia. Uma coisa é certa, mais cedo ou mais tarde vai ter que responder, se não neste mundo, noutro qualquer...

A Madeira é bonita de mais para ter tanta erva daninha...

Quanto ao nome do meu blog...são gostos...ou "Pinhanços dixit" é assim tão lógico?


Comentar post

Sempre na hora certa
anti-corrupção
Visitantes desde Maio 06
Acordo Ortográfico
Prémios recebidos
ThinkingBlogger blog com tomates
Visitantes on-line
online
Agosto 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Posts recentes

Obituário (1): faleceu o ...

De mim, para todos...

Poupança ou... desperdíci...

Já assinou?

Mais uma derrota... que n...

Mais uma derrota... que n...

"Despachados" e secretari...

Até a(s) barraca(s) abana...

Levantando um pouco do vé...

A "importância" do PDM-Oe...

Perguntar, não ofende...

Fim das sondagens sobre o...

29 de Setembro, no Municí...

Até já!

Por esta, muito menos... ...

Por esta, não esperava eu...

Fiquei com uma dúvida...

Revisão do PDM de Oeiras

Apagar o fogo com... gaso...

Isabel Sande e Castro: a ...

Ai João, João...

A "importância" do PDM-Oe...

Ainda o PDM: BE questiona...

PDM Oeiras já está em dis...

"Palavra, depois de dita....

Há cada mistério...

Desfeito o "mistério"...

Esta, sim, é uma excelent...

Temos candidato à Junta d...

Vou Cabo Verde

Ou és por mim...

Arquivos

Agosto 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Outubro 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Links aconselhados
Mais sobre mim
Meteorologia
     
Pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
RSS