Quarta-feira, 28 de Agosto de 2013
Ainda o PDM: BE questiona Vistas

Miguel Pinto, deputado municipal em Oeiras, eleito pelo Bloco de Esquerda, enviou ontem ao presidente (da CMO) em exercício, Paulo Vistas, um Parecer acerca daquela que é, talvez, a mais aberrante alteração proposta ao Plano Director Municipal. Com a devida autorização, deixo-vos, na íntegra, o referido documento acerca de um tema que tem sido também já alvo de denúncia noutros blogues.

"Oeiras, 27 de agosto de 2013

Ex.º Senhor Presidente da Câmara Municipal de Oeiras:

Fomos confrontados, recentemente, com a discussão pública do Plano de Pormenor da margem direita da foz do Jamor. Estranhamos o facto de a discussão se realizar durante a “calada dos meses” em que uma parte dos cidadãos está ausente do seu habitual local de habitação. O Plano Diretor Municipal (PDM), em vigor, permite um índice de construção máximo de 0,50. Este plano de pormenor, a ser aprovado, permitiria que o índice de construção fosse de 0,91. Não passaria de batota no planeamento urbanístico. Diz respeito à zona onde estavam a Lusalite e a Gist Brocades e onde se situa a estação de comboios da Cruz Quebrada. O terreno é propriedade do promotor imobiliário (40%) e do estado (60%). Quais são os benefícios que a Câmara terá numa operação em que a maior parte do terreno pertence ao privado? Parece que a Câmara tem mais interesse naquela betonização que o parceiro privado. Não pode haver outra leitura - a Câmara está ao serviço dos privados. Então vão destruir os locais de nidificação das aves? A Câmara já informou as aves dos locais onde passariam a ter condições para nidificar? Queriam construir cinco torres, a maior das quais com vinte andares. Seria tão grande a área construída que deixaria de se ver a colina do alto da Boa Viagem. Teria 325 fogos de habitação, além de comércio e serviços. Não seria contida a pressão urbanística numa zona muito sensível. Para quê mais habitação em Oeiras quando existem, atualmente, mais de 10000 fogos devolutos? Espalhar-se-ia tanto betão no piso da margem direita que esta ficaria a uma cota superior à da margem esquerda, que é onde se situam as zonas baixas da Cruz Quebrada e do Dafundo. Os terrenos da margem esquerda seriam impermeabilizados de uma forma brutal. Isto provocaria problemas de cheias nesta margem. Além disso a área abrangida pelo plano de pormenor é atravessada por uma falha sísmica. Estima a Câmara que circulariam 1950 carros por dia. Como suporta a marginal tantas viaturas? Qual seria a velocidade de circulação do trânsito às horas de ponta? Desta forma a Câmara ajudaria à imobilidade dos cidadãos. As pessoas residentes na Cruz Quebrada deixariam de ter acesso à marginal. A ponte, que dá acesso ao nó da marginal na Cruz Quebrada, ficaria reservada a transportes públicos. Quem quisesse dirigir-se a Cascais teria acesso à marginal no Dafundo. Quem pretendesse seguir para Lisboa teria de seguir pela rua Sacadura Cabral até Algés. Por cima do nó da marginal, na Cruz Quebrada, seria construído um viaduto que ligaria o alto da Boa Viagem a uma estrada que a Câmara sonha que, numa noite de nevoeiro, existiria a sul da linha do comboio. Este viaduto seria uma cortina para os prédios da marginal. Não seriam respeitados os imóveis classificados – Ponte sobre o Jamor e Palacete de Santa Sofia. Sobre a praia e a foz do Jamor seria construída uma marina para duzentas embarcações. A praia, em minha opinião, terá de ser requalificada. A Câmara tem a sua opção – servir as poucas pessoas que têm iates. A minha opinião é que a Câmara tem de servir a maioria dos cidadãos. Este plano, se fosse aprovado, serviria a especulação imobiliária e desprezaria a maioria dos cidadãos da Cruz Quebrada e do Dafundo. A opção está entre servir a maioria dos cidadãos ou sustentar os negócios. Eu faço a minha escolha. As pessoas acima dos negócios.

Com os melhores cumprimentos

Miguel da Câmara e Almeida Pinto"



Publicado por rui.freitas às 01:37
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

2 comentários:
De Eduardo a 30 de Agosto de 2013 às 14:04
Para quê mais habitação em Oeiras quando existem mais de 10 000 fogos devolutos?
- Ó Pinto! Mas tu achas mesmo que a culpa é nossa? O nosso negócio são números, ó pá! Nós estamos aqui PARA CONTINUAR A FAZER!
1950 carros por dia?
-Ó Pinto! E o que é isso comparado com o raio da Terra? És mesmo atrasado e não percebes que o progresso é isto mesmo: mais, mais,mais, cada vez mais. Nós estamos aqui PARA CONTINUAR A FAZER!
Desta forma a Cãmara ajudaria à imobilidade?
Ó Pinto! Mas que sabes tu disso!? Então não sabes que nós somos os herdeiros preferidos do autarca modelo...que temos aqui a maior percentagem de quadros e que cá dentro de nós esses quadros são infalíveis?Nós é que sabemos, ó pá! E se ainda não percebeste nós repetimos: Estamos aqui para CONTINUAR A FAZER!

O D' Artagnain d'Oeiras


De Anónimo a 3 de Setembro de 2013 às 17:58
Muito bem.
Como se vê existem pessoas interessadas em debater assuntos com profundidade em Oeiras.
Este Blog dá essa possibilidade.
Mas queremos alertar Oeiras e há milhares de oeirenses a viver no obscurantismo, fruto de culpa própria, sem dúvida, mas os autarcas de Oeiras têm contribuido para isso e muito.
Todos, uns mais responsáveis que outros, sem dúvidas algumas, mas os que quiseram assumir os pelouros, não eram assim tão ingénuos, viram o interesse das populações, mas também viram os seus interesses particulares.
Outros deputados demarcaram-se nos últimos anos, mas são poucos. Falamos da Assembleia Municipal, mas também podemos falar dos Vereadores camarários.
Da parte do PS a sua deriva, vai ser explicada mais à frente. O único vereador da CDU na CMO, faz o que pode, será pouco, para quem não teve a tempo inteiro, esforçou-se, mas deveria ter sido mais contudente em muitas matérias, face ao obscurantismo que as forças dominantes fizeram por acentuar, isto é, por exemplo, não incentivar a prática da Cidadania.
Leiam hoje 3/9/2013 o Jornal I e na página 24 o que diz o insuspeito Alfredo Barroso.
Também o PS nestes 30 anos andou à deriva em Oeiras. A clareza de Alfredo Barroso deve merecer muita reflexão,.poderá o PS ser alternativa em Oeiras?
Há anos tinha-se falado em Maria de Belém Roseira para vir para Oeiras. Continuou na Assembleia da República, porque se tivesse vindo para Oeiras, muitos atropelos e misérias que constatamos, não teriam tido tanta dimensão.
O Partido que nos tem governado em Oeiras, o PSD, por muito que se transfigure em independentes, levou Oeiras a um caos.
Os futuros eleitos para a Câmara, deverão desde já prometer que irão fazer uma grande Auditoria aos serviços e às contas.
Mesmo que não tenham a coragem de o fazer, vamos saber os números reais, vamos saber a realidade do endividamento em Oeiras e
comparar com outras autarquias, verificando as Obras feitas.
Porque nunca se quer fazer este exercício? Comparando as Obras e os seus custos com o retorno social e as suas dimensões.
Matemáticamente tudo se pode comparar.
A vontade não existe e uma das desculpa serão os custos das Auditorias.
Se os Oeirenses derem votos suficientes, sentidos e responsáveis ao Bloco de Esquerda, decerto que não se arrependerão na alternativa, que existe, em Oeiras.
E desde já exigimos ao BE e decerto cumprirão se chegarem à Vereação da Câmara, de fazerem as Auditorias precisas e que o PS em Oeiras nunca quis fazer..
Estamos a falar e não deixámos de falar do Plano Director Municipal e da sua Revisão, pelo que apelamos os Oeirenses que querem fugir ao obscurantismo que se interessem e até ao final do ano dêem a sua opinião na discussão pública, deste PDM de Oeiras e não outro qualquer.
O deputado municipal Miguel Pinto que tem sido incansável na Assembleia Municipal a defender os valores de Oeiras, deixa uma eloquente exposição sobre o que estes governantes do PSD querem continuar a fazer de Oeiras.
Não tenham medo em "dar" o voto ao Bloco de Esquerda.
E continuem a ler o Alfredo Barroso.
Obrigado pelo espaço dado.
.

.


Comentar post

Sempre na hora certa
anti-corrupção
Visitantes desde Maio 06
Acordo Ortográfico
Prémios recebidos
ThinkingBlogger blog com tomates
Visitantes on-line
online
Agosto 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Posts recentes

Obituário (1): faleceu o ...

De mim, para todos...

Poupança ou... desperdíci...

Já assinou?

Mais uma derrota... que n...

Mais uma derrota... que n...

"Despachados" e secretari...

Até a(s) barraca(s) abana...

Levantando um pouco do vé...

A "importância" do PDM-Oe...

Perguntar, não ofende...

Fim das sondagens sobre o...

29 de Setembro, no Municí...

Até já!

Por esta, muito menos... ...

Por esta, não esperava eu...

Fiquei com uma dúvida...

Revisão do PDM de Oeiras

Apagar o fogo com... gaso...

Isabel Sande e Castro: a ...

Ai João, João...

A "importância" do PDM-Oe...

Ainda o PDM: BE questiona...

PDM Oeiras já está em dis...

"Palavra, depois de dita....

Há cada mistério...

Desfeito o "mistério"...

Esta, sim, é uma excelent...

Temos candidato à Junta d...

Vou Cabo Verde

Ou és por mim...

Arquivos

Agosto 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Outubro 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Links aconselhados
Mais sobre mim
Meteorologia
     
Pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
RSS