Domingo, 4 de Junho de 2006
Próximo "episódio"

0002be56   Encerramento da Escola EB 1 N.º 2 "Joaquim Moreira Rato"

Ontem, coloquei neste "post" apenas o título acima. Hoje, agradecendo desde já o primeiro comentário de um leitor, emito a minha opinião pessoal.
Para "não ferir susceptibilidades", penso, sinceramente, que este assunto é tão sensível que deve ser analisado sob todos os prismas.
Assim que cheguei do curto período de férias (que abaixo comentei), fui logo "informado" do próximo encerramento da EB 1 N.º 2 de Paço de Arcos (cujo Patrono é Joaquim Moreira Rato, conforme proposta do Executivo da Junta a que presidi) pelo Ministério da Educação.
Logo me veio à memória conversa tida com uma amiga, há quase um mês, a qual me questionava se a Escola N.º 2 ia fechar? Isto, porque segundo um casal de amigos comuns que têm dois filhos nessa Escola, "comentava-se" o possível encerramento e a indignação de pais e de professores. Na altura, não consegui confirmar nada e até pensei que fosse mais um dos "diz que disse" já quase habituais. Infelizmente, não era!
A verdade, nua e crua, li-a no "Jornal da Região - Oeiras" e "Jornal de Oeiras" (que, em 29 e 30 de Maio, respectivamente, titulavam em primeira página: "Escola de Paço de Arcos - Fecho Contestado" e "Pais e Professores contra Ministério e Câmara - Não ao encerramento da Escola").
Conhecendo aquele Estabelecimento de Ensino como conheço, sou levado a concordar que a Escola não terá as condições ideais para o acolhimento mais adequado aos cerca de 80 alunos que acolhe. Mas, apenas e só, porque a mesma carece de profundas obras e de adaptações mais consentâneas com as carências agora apontadas. Aliás, lembro que no "consulado" da Dra. Tersa Zambujo à frente dos destinos da CMO, ocorreram obras de melhoramento e chegaram a estar previstas intervenções mais eficazes. Agora, é o que se vê...
Percebo perfeitamente o desabafo da Dra. Paula Amorim (Coordenadora da Escola), das professores e auxiliares, pois os alunos (tal como nós, no nosso tempo) afeiçoam-se, naturalmente, à sua primeira Escola, aos seus primeiros Professores...
Percebo, também (se calhar, mesmo muito bem...) a posição do presidente do Agrupamento de Escolas de Paço de Arcos. A mais forte opinião que consegue emitir é, habitualmente, "nim"! Se não, veja-se o que refere o "JO", "os serviços do Agrupamento informaram que o Sr. Dr. Mota Liz "não presta declarações". Se prestasse é que eu estranhava!
Soube ainda, que o Sr. Presidente da Junta já recebeu (sábado, dia 27 de Maio) alguns pais de alunos daquela Escola e que se mostrou surpreendido com a notícia. É verdade, nem a Junta de Freguesia teve conhecimento antecipado da "decisão". O que é, no mínimo, lamentável, pelo que iria "solicitar a Isaltino Morais que reunisse com a Associação de Pais e com os Professores".
Ao "JO", afirmou que se não lhe provarem "que as crianças vão para melhor, lutem e eu estarei sempre do vosso lado".
Cabe-me aqui, então, colocar a minha primeira questão aos vários "responsáveis" envolvidos. A começar pelo Ministério da Educação.
Será que estamos a falar de meia dúzia de crianças de uma escola "perdida" algures no interior do País (mas que merecem igualmente todo o respeito e atenção)? Não, Sra. Ministra: estamos a falar de 80 crianças que dificilmente (ou nunca) se conseguirão "integrar" no "ambiente" que vigora na Escola Dr. Joaquim de Barros... E o Sr. Dr. Paulo Mota Liz bem o conhece e sabe!
De que cabeça "iluminada" saíu essa ideia? Crianças com idades entre os seis e os 10 anos "integradas" na EB 2+3? Só em anedota!
Mais grave, em meu entender, foi o "parecer favorável" da Câmara Municipal de Oeiras, chegando a Sr. Vereadora Elisabete Oliveira a comentar ao "JR-O" que "o Ministério propôs encerrar a escola e integrá-la na Joaquim de Barros e nós não vemos qualquer inconveniente nisso".
Não vê inconveniente? Shame on you!
E a decisão de não informar os pais (e, se calhar, também os professores) e a própria Junta: partiu de quem?
Porque, para mim, o grave de todo este assunto foi e é a falta de informação a quem a devia ter recebido em devido tempo. Os pais, em primeiro lugar, claro!
Com isso, só conseguiram a imediata (e demagógica) mobilização do BE e do PC...
Percebo que a decisão de encerramento fosse tomada, se estivéssemos a falar da tal meia dúzia de alunos, os quais, mesmo assim, deveriam ser transferidos para outra Escola EB 1 e não para uma EB 2+3.
Quem explica, agora, todo este imbróglio aos pais (que já compareceram em peso a uma ou duas Assembleias Municipais) e às próprias crianças?
Será que, reanalisando seriamente o processo, não há hipótese de voltar atrás?
Não sei... a "moda" parece ser fechar escolas, centros de saúde, maternidades... Que se seguirá?
A terminar, deixo uma pergunta que, penso, ninguém colocou:
Se se concretizar o encerramento da escola, a que serão destinados o actual edifício e o respectivo terreno?
Espero que, no mínimo, a equipamento social, se já não para crianças, pelo menos para os nossos Seniores...



Publicado por rui.freitas às 03:19
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

2 comentários:
De fgfkh a 4 de Junho de 2006 às 15:28
O encerramento desta escola está muito mal explicado e o executivo da Câmara de Oeiras tem muitas responsabilidades nessa falta de esclarecimento.


De pastelento a 12 de Junho de 2006 às 17:16
FECHEM A ESCOLA MAS NÃO SE ESQUEÇAM DE DEIXAR LÁ DENTRO A MINISTRA E O PRESIDENTE, DEPOIS, DEITEM A CHAVE FORA


Comentar post

Agosto 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Posts recentes

Obituário (1): faleceu o ...

De mim, para todos...

Poupança ou... desperdíci...

Já assinou?

Mais uma derrota... que n...

Mais uma derrota... que n...

"Despachados" e secretari...

Até a(s) barraca(s) abana...

Levantando um pouco do vé...

A "importância" do PDM-Oe...

Perguntar, não ofende...

Fim das sondagens sobre o...

29 de Setembro, no Municí...

Até já!

Por esta, muito menos... ...

Por esta, não esperava eu...

Fiquei com uma dúvida...

Revisão do PDM de Oeiras

Apagar o fogo com... gaso...

Isabel Sande e Castro: a ...

Ai João, João...

A "importância" do PDM-Oe...

Ainda o PDM: BE questiona...

PDM Oeiras já está em dis...

"Palavra, depois de dita....

Há cada mistério...

Desfeito o "mistério"...

Esta, sim, é uma excelent...

Temos candidato à Junta d...

Vou Cabo Verde

Ou és por mim...

Arquivos

Agosto 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Outubro 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Links aconselhados
Mais sobre mim
Pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
RSS