Terça-feira, 11 de Março de 2008
FrancaMENTE...

O problema, o verdadeiro problema, é que "cá por casa" (leia-se, dirigentes do PSD), as coisas não são diferentes... são até bem recentes!

"Filipe Menezes admite baixar os impostos

Líder do PSD disse estar a preparar uma proposta de descida do IRS e do IVA para apresentar em breve Menezes avisou Sócrates que estaria atento aos critérios para mexer nos impostos. Receava uma estratégia para as eleições de 2009. Mas agora admite ser possível baixar o peso tributário. "O PSD apresentará, já este ano, uma proposta de descida de impostos, de IRS e IVA." in "SIC Notícias" de 18-01-2008.

A 23 do mesmo mês, o "Diário Económico" escrevia:

"Menezes nega ter mudado de opinião em matéria de impostos

O presidente do PSD, Luís Filipe Menezes, negou hoje que tenha mudado de opinião em matéria de impostos, lembrando que em Setembro condicionou a redução do IRC e do IVA a um défice inferior a 2%.

Em matéria de impostos, o presidente do PSD defende que a sua posição "sempre foi muito clara" e lembra a sua "moção de estratégia ao Congresso de Torres Vedras, em Setembro último. Condicionado pela má governação socialista, o PSD não poderá dar o seu apoio à diminuição de impostos, nomeadamente do IRC e do IVA, antes que seja visível uma consolidação orçamental sustentada".

Esta afirmação pode ser lida também AQUI e, "curiosaMENTE" (claro que não...) AQUI...

Nada como estar de bem com o líder que (eles) ajudaram a eleger, torpedeando diariamente e nos mais diversos blogs, órgãos de Comunicação Social e oportunidades, o tal "pequeno tirano" que, contra ventos e marés, quis incutir CREDIBILIDADE à Política e ao PSD e que dá pelo nome de Luís Marques Mendes...

Aliás, no site oficial do PSD, mantém-se ainda hoje a sondagem que contém esta pergunta:

"Concorda que o governo combata o défice aumentando os impostos, em vez de cortar na despesa?"

 

Lá das terras do "AllGarve", vem esta "denúncia":

"PSD/Algarve denuncia campanha contra Menezes

A Comissão Política Distrital do PSD/Algarve, reunida para análise da situação política nacional, decidiu tornar públicas as seguintes posições, adoptadas por unanimidade:

1 - Existe uma gigantesca campanha de assassinato político em curso contra o líder do PSD, Luis Filipe Menezes, desde o primeiro momento após a sua eleição, mas com maior intensidade desde o início de 2008, que mobiliza todo o complexo político-mediático onde se faz sentir a influência do poder tentacular do governo socialista, com outros aliados conjunturais na estrutura do Estado e no poder económico, que fazem recordar cenas de 2004, com a diferença de, não sendo agora necessária a dissolução da Assembleia da República, também não é possível a dissolução do PSD.

2 - Tal campanha conta com a vergonhosa cumplicidade e conivência activa de um conjunto de protagonistas, cujo nome ainda figura na listagem de militantes do PSD, e que nas tribunas de opinião que generosa e não inocentemente lhes são atribuídas na comunicação social portuguesa, não se coíbem de exibir com despudor as suas críticas à liderança do PSD, ultrapassando todas as regras mais elementares do respeito pela dignidade política e pessoal de Luis Filipe Menezes, e pelos interesses do próprio Partido que lhes dá notoriedade.

3 - Tais protagonistas, cuja representatividade junto dos militantes do Partido é inversamente proporcional ao espaço de que usufruem na comunicação social, estão objectivamente a desrespeitar a vontade das bases do PSD, expressa de forma categórica nas últimas eleições de 28 de Setembro de 2007, a mais participada eleição de sempre de um líder partidário em Portugal.

4 - Luis Filipe Menezes é, de facto, uma ameaça para os adeptos do Bloco Central dos interesses, da alta política dos mega-negócios do centralismo, é o líder que veio da província e do meio do povo, quebrar a santidade imaculada das pseudo-elites que não se conformam com a perda de controlo do PSD, regressado às suas origens de ligação directa com as populações. Por isso, decidiram abatê-lo politicamente, o mais rapidamente possível.

5 - O PSD/Algarve, exorta todas as estruturas de base do PSD a reagir contra esta tentativa de assalto ao poder legítimo do Partido, e transmitir o seu desagrado a esta brigada auto-investida de juízes da credibilidade alheia. O PSD jamais aceitará ser comandado de fora para dentro!

6 - O PSD/Algarve considera que desalojar a governação de José Sócrates é possível e desejável, tal o estado a que chegou o país, mas isso exige de todos os verdadeiros social democratas um esforço de unidade partidária, em prol dos interesses nacionais que requerem mudança de rumo na governação.

7 - O PSD/Algarve incentiva Luis Filipe Menezes a prosseguir o seu caminho de preparação do Partido para os desafios eleitorais de 2009, concretizando TODAS as propostas reformistas que sustentaram a sua campanha, e constituem hoje a estratégia sufragada no último Congresso do PSD, desprezando em absoluto o ruído de fundo, e concentrando-se na oposição a José Sócrates. – CPD/PSD-Algarve"

Pena é que não tenham reagido do mesmo modo, quando do "assassinato político" de Luís Marques Mendes...

Talvez por causa dessa "revolta" contra o actual "assassinato", Lagos já tenha candidato à Câmara Municipal, em 2009.

"Dia 21 de Fevereiro tem lugar a primeira reunião da comissão política do PSD/Lagos, recém empossada."

Na Ordem de Trabalhos está agendada a designação oficial do actual vereador da Câmara Municipal de Lagos e presidente do PSD/Lagos, Nuno Marques, como candidato à autarquia de Lagos pelo PSD, nas eleições autárquicas de 2009.
Nada como "jogar pelo seguro", com a certeza de ser indigitado...
Neste caso, em vez da velha máxima do "chegar, ver e vencer", deve aplicar-se esta:
"Ganhei... e quem manda sou eu"!
Isto, só para não ser "Insuspeito"

tags:

Publicado por rui.freitas às 03:35
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Agosto 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Posts recentes

Obituário (1): faleceu o ...

De mim, para todos...

Poupança ou... desperdíci...

Já assinou?

Mais uma derrota... que n...

Mais uma derrota... que n...

"Despachados" e secretari...

Até a(s) barraca(s) abana...

Levantando um pouco do vé...

A "importância" do PDM-Oe...

Perguntar, não ofende...

Fim das sondagens sobre o...

29 de Setembro, no Municí...

Até já!

Por esta, muito menos... ...

Por esta, não esperava eu...

Fiquei com uma dúvida...

Revisão do PDM de Oeiras

Apagar o fogo com... gaso...

Isabel Sande e Castro: a ...

Ai João, João...

A "importância" do PDM-Oe...

Ainda o PDM: BE questiona...

PDM Oeiras já está em dis...

"Palavra, depois de dita....

Há cada mistério...

Desfeito o "mistério"...

Esta, sim, é uma excelent...

Temos candidato à Junta d...

Vou Cabo Verde

Ou és por mim...

Arquivos

Agosto 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Outubro 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Links aconselhados
Mais sobre mim
Pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
RSS