Quarta-feira, 17 de Junho de 2009
TGV "inverte" a marcha e respeita o "Stop"

O que ontem era "verdade", hoje já não é...

Quer fosse pela "advertência" do Presidente da República (com que Sócrates está "sempre de acordo"), quer fosse pela "ressaca" provocada pelos recentes resultados das eleições europeias, certo é que o nosso (des)governo deu o dito pelo não dito... e inverteu a marcha ao TGV!

Prova provada para Mário Lino que, em política, nunca devemos dizer... "jamais"!

Empenhar os portugueses para os próximos 40 anos, pouco importava ao PS... anteontem!

Hoje, com "forçada humildade" em que alguns portugueses incautos mais uma vez acreditarão, o (des)governo PS "mudou de linha" e, se calhar, com o avisado apoio de "Coelhone", o TGV nem chegou a sair da estação.

Neste momento, já nem discuto os custos (enormíssimos, certamente) que a "inversão de marcha" terá nos nossos bolsos, pois mesmo que assim seja, sempre é melhor do que empenhar as próximas duas gerações de portugueses a um projecto que, mais tarde ou mais cedo, todos perceberão que apenas ia "beneficiar" alguns poucos. Mesmo com a promessa de milhares de postos de trabalho... temporários, mais uma vez!

A desculpa, é sempre a mesma: o PSD é que teve a ideia! Só que a conjuntura mudou e muito! E é a própria líder do PSD (acusada sempre de não transigir), que etende - e bem - que não é tempo de megalomanias: quem não tem dinheiro, não tem vícios!

Finalmente, parece que o TGV "socretino" se atolou no "poço" ou, se quiserem, no Poceirão!

Invistam, isso sim, em pequenas e muitas obras públicas - como hoje foi recordado pelo Presidente da República, potenciadoras de empregos duradouros e que servem realmente o País e os portugueses.

E pensarmos nós que até lhe queriam voltar a alterar o percurso de uma para outra margem do Tejo...!

 



Publicado por rui.freitas às 02:29
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

5 comentários:
De maremoto a 17 de Junho de 2009 às 22:12
Já começou a campanha para as legislativas?
Pois já.
O PS não inverte a marcha - o PS nunca se engana e tem sempre razão - mas "jamais" ou como diria Mário Soares, só não mudam os burros - vale tudo por um resultado eleitoral.
Espera-se que o PSD clarifique os eleitores: com um governo PSD nem o TGV Poceirão Madrid vai existir?


De rui.freitas a 18 de Junho de 2009 às 01:49
Caro "maremoto", como não tenho nem costumo ser "politicamente correcto", deixaria cair a "novela" do TGV durante a próxima década; depois, logo se via. Ou você é dos que acredita que o "train grad vitesse" é que vai "salvar" Portugal, mesmo periférico?
Se eu posso voar de Lisboa a Madrid (em low-cost), por cerca de 20 euros, acha-me capaz de pagar aí uns 100 euritos (digo eu...) pelo mesmo trajecto a um terço da velocidade?
O que fará ou dirá o PSD (oficialmente), desconheço!
Se "Meter água", cá estarei na mesma para "botar faladura". Acredite que o farei!


De maremoto a 18 de Junho de 2009 às 12:26
Salvar Portugal?
Isso é difícil. Vivemos em crise desde que os Templários inventaram a "moeda de cambio" e já passámos e sobrevivemos a muitos BPN e BPP.
Por isso "salvar Portugal" nem com vitesse, nem com a produção de caracóis, que importamos de Marrocos (aqui com tantos e tão bons - os melhores diria mesmo - que são os caracóis alentejanos)
O TGV é assim uma coisa "modernaça", um gadgte que se compra para pagar em muitos anos ( na Wortem ou na Box) e confesso que concordo consigo que não serve para outra coisa que não seja manter a tradição de que é preciso ter coisas "para inglês ver".
Mas - já agora - olhe que os Dias Loureiros e Valentins ou Isaltinos cá do sitio ( e também os do PS, pois claro, mas ainda não houve tempo para descobrir as carecas dos Varas e companhia ) não estarão muito preocupados com o preço do bilhete. Alguém há-de pagar e até dá uma de "empresário trabalhador empenhado" ir de TGV, com o portátil ligado, e a secretária de mini saia a assessorar.

Cumprimentos


De rui.freitas a 19 de Junho de 2009 às 00:14
Caro "maremoto", eu diria que a "crise" remonta ao tempo de D. Afonso Henriques (repito-me), mas não é isso que me torna mais "feliz" nem me ajuda a sobreviver...
Você fala apenas duma parte da "nossa independência" (lá volto ao Afonsinho...), pois esqueceu o "comércio global" de comprarmos alhos chineses, amêijoas vietnamitas e muito mais. Somos os "máiores"...
Esqueceu também que, aos Loureiros, Valentins e Isaltinos, pode mesmo acrescentar os Soares, os Varas, os Saleiros, os banqueiros (que "bancam" todos) e muitos, muitos mais. Ou também acha que o BPN era o "banco do PSD"? Se fosse, seria nacionalizado e ali "enterrados" 1,9 a 2,2 mil milhões para o "salvar"? Santa ingenuidade! Que havia gente que esteve ligada ao PSD; claro que sim! Mas eram só esses? Duvido!
Cuidado, não se deixe enganar pelo feroz lobo sob a capa de cordeiro, "tá bem"!!!


De maremoto a 19 de Junho de 2009 às 22:03
Olhe que o ministro das finanças diz que os números não são esses.
Agora até vai vender o Banco e qualquer dia ainda vai anunciar que o BPN deu lucro com a nacionalização (graças aos funcionários que aumentaram o volume de negócios e de depositantes após a nacionalização)
Eu não acho nada sobre o banco ser ou não ser do PSD. Não faz parte do relatório de contas do PSD, pois não? Então não é uma empresa do "grupo".
Não faço parte de cabala, nem da Kabala. Nem do Ferro Rodrigues, nem do Sócrates, nem do Luis Filipe Menezes.
Nem pertenço a qualquer dos outros Partidos com arco ou sem arco, governativo ou da oposição.


Comentar post

Agosto 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Posts recentes

Obituário (1): faleceu o ...

De mim, para todos...

Poupança ou... desperdíci...

Já assinou?

Mais uma derrota... que n...

Mais uma derrota... que n...

"Despachados" e secretari...

Até a(s) barraca(s) abana...

Levantando um pouco do vé...

A "importância" do PDM-Oe...

Perguntar, não ofende...

Fim das sondagens sobre o...

29 de Setembro, no Municí...

Até já!

Por esta, muito menos... ...

Por esta, não esperava eu...

Fiquei com uma dúvida...

Revisão do PDM de Oeiras

Apagar o fogo com... gaso...

Isabel Sande e Castro: a ...

Ai João, João...

A "importância" do PDM-Oe...

Ainda o PDM: BE questiona...

PDM Oeiras já está em dis...

"Palavra, depois de dita....

Há cada mistério...

Desfeito o "mistério"...

Esta, sim, é uma excelent...

Temos candidato à Junta d...

Vou Cabo Verde

Ou és por mim...

Arquivos

Agosto 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Outubro 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Links aconselhados
Mais sobre mim
Pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
RSS