Quinta-feira, 17 de Agosto de 2006
Era uma vez, na...

 0005yz5f   (terra imaginária de duendes, sem fadas)

Como todas as histórias de "crianças", também esta começa pelo habitual "Era uma vez..."
"Já só faltavam nove dias para as grandes Festas do Reino e, atarefados, os "escravos" andavam "numa fona" a ultimar os preparativos para que tudo estivesse conforme os desejos de "Sua Majestade". Os "nobres senhores", que agora já não eram um, nem dois, mas sim três, cuidavam para que nehum pormenor fosse descurado, menosprezado, esquecido..., não fosse "El Rei" descortinar alguma falha e, como castigo, indicar-lhes o caminho das masmorras.
O primeiro "
nobre", "Conde de Costa Pinto" - directamente nomeado por "D. João Serrano" -, assumira a responsabilidade directa pelos "reais festejos", mas o súbito aparecimento do "Marquês de Bivalves" (agora com nova "montada 4 x 4"), cuja grande influência na "capital do reino" era notória e conhecida, veio contribuir para "ofuscar" e complicar o seu denodado trabalho, razão pela qual o seu sono - até então repousante e repousado - passou a ser ensombrado por "terríficas" visões de "perda de autoridade"!
E com razão, diga-se em abono da verdade, já que o "arauto" contratado para descrever as cerimónias, a "plebeia" encarregue de insuflar os coloridos balões e alguns dos "históricos saltimbancos" que há mais de três décadas animavam o terreiro dos festejos, deixaram de ser quem ele queria, por "ordem" do "
Marquês".
Como se isto não bastasse, entrou na liça o quase septuagenário mas dilecto amigo de "
El Rei", "D. Amarelo de Figueirão" que, no passado sábado, de "papiro-notas" debaixo do braço e acompanhado de perto pelo seu fiel "escudeiro" "D. So Ares de Breu"  - perante o olhar deste vosso "humilde escriba" (que se encontrava em amena cavaqueira com "D. Nando Gordinho") - "vistoriaram o nobre terreiro dos festejos", saudando ostensivamente os plebeus e plebeias que por ali se regalavam com os derradeiros raios de sol do fim da tarde.
Quatro dias depois, certamente desagradados como que viram, "desembainharam espadas" contra os dois "mandantes" dos folguedos, vociferando "
D. Figueirão" contra os "nobres" que mais directamente privam com "El Rei" (na "corte" e não no "grupo clubístico"), aos quais pouco faltou para acusar de "traidores" dos ideais de "Sua Majestade".
Só que, tais dislates chegaram aos ouvidos do "
Conde de Costa Pinto" mas, pior do que isso, feriram igualmente os ouvidos de "D. Arnold So Ares", o qual, tomando-se de brios, inquiriu o próprio "D. João Serrano" acerca de tal "intromissão" (que, aliás, se vem repetindo com crescente frequência e nos mais díspares sectores da "corte").
E que fez "
El Rei", perguntam-me vocês?
Do alto do seu novo "trono"
(leia-se "cadeirão") onde dormitava, comunicou esse facto (nesse tempo, não existiam telemóveis) a "D. Figueirão", o qual, por sua vez, pretendeu tirar "desforço" com o "Conde" e "D. Arnold" (este último, já algo farto dos disparates de "D. João"), a ponto dos "Guardas do Reino" (leia-se Polícia de Segurança Pública, que também "não existia" ainda) ter entrado em acção por ordem de "El Rei", tendo valido - felizmente para o "reino", a calma e serenidade habituais de "D. Arnold" e do "Conde de Costa Pinto".
Por isso, e só por isso, não estamos agora a lamentar um vergonhoso e quase inevitável "duelo mortal" entre "nobres verde-alface" e um "nobre verde mais escuro"...
Se, na época em que este escriba com a sua "pena" passa a papiro tão ignóbil episódio existissem telenovelas, quase se atreveria a escrever :
"Aguardem as cenas dos próximos capítulos"! Haverá "sangue"? "Rolar de cabeças"?
A "coisa" promete...



Publicado por rui.freitas às 00:08
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

2 comentários:
De Carlos Correia a 18 de Agosto de 2006 às 18:37
Até que enfim que aparecem ''Estóirias'' que posso contar á minha filhinha, pois aquelas em que as princesas casam com os principes e são muito felizes no final já ela me manda contar ao papagaio, pois diz que isso é. '' super, mega, hiper sonolento'', e assim adormece.
Estoiras destas, sim ela adora pois tanto ela como eu conseguimos nos manter acordados.
Já agora VIVA O ADO.
Bejinhos e abraços,
Carlos

PS.(não o do governo)-Continua pois assim escuso de inventar.


De rui.freitas a 19 de Agosto de 2006 às 02:23
Amigo Carlos Correia,
Fica a solene promessa de que a sua filha terá muitas "histórias" de "duendes" para ouvir.
Pena é que nelas não se possa encontrar uma única "fada"... Mas, também, quem é que ainda acredita nelas? Nem as crianças, quanto mais os adultos!
Deixo-lhe hoje mais uma "comovente" história da "Arcolândia" para que ela, quando for crescida, possa contar aos filhos e aos filhos dos filhos.
Nessa altura - espero eu - já o "reino" da "Arcolândia" voltou a ser uma terra de "homens bons"!


Comentar post

Agosto 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Posts recentes

Obituário (1): faleceu o ...

De mim, para todos...

Poupança ou... desperdíci...

Já assinou?

Mais uma derrota... que n...

Mais uma derrota... que n...

"Despachados" e secretari...

Até a(s) barraca(s) abana...

Levantando um pouco do vé...

A "importância" do PDM-Oe...

Perguntar, não ofende...

Fim das sondagens sobre o...

29 de Setembro, no Municí...

Até já!

Por esta, muito menos... ...

Por esta, não esperava eu...

Fiquei com uma dúvida...

Revisão do PDM de Oeiras

Apagar o fogo com... gaso...

Isabel Sande e Castro: a ...

Ai João, João...

A "importância" do PDM-Oe...

Ainda o PDM: BE questiona...

PDM Oeiras já está em dis...

"Palavra, depois de dita....

Há cada mistério...

Desfeito o "mistério"...

Esta, sim, é uma excelent...

Temos candidato à Junta d...

Vou Cabo Verde

Ou és por mim...

Arquivos

Agosto 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Outubro 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Links aconselhados
Mais sobre mim
Pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
RSS