Terça-feira, 11 de Junho de 2013
Temos candidato à Junta de Oeiras, Paço de Arcos e Caxias?

Nas próximas eleições Autárquicas, embora muitos eleitores ainda o desconheçam, o Município de Oeiras passará das actuais 10 freguesias para apenas cinco. Uma delas - a única que me interessa - presumo que terá a designação de União das Freguesias de Oeiras, Paço de Arcos e Caxias.

Mais do que uma freguesia, será - pode dizer-se assim - uma mega-freguesia ou, se preferirem, um mini-município. Aliás, existem pelo país concelhos que não chegam a congregar tantos eleitores como a junção destas três autarquias, pelo que a responsabilidade, a entrega, o conhecimento, o trabalho e o querer Servir terão de ser equivalentes à grandeza da nova "união".

Pouco ou quase nada se sabe acerca de eventuais candidatos pelos partidos que habitualmente concorrem em Oeiras (PSD, PS, IOMAF (ou AOMAF... ou PVMAF, não sei?), CDS-PP, PCP/CDU e BE. "Segredo dos deuses", parece...

 

Bom, mas antes de continuar, devo esclarecer o meu amigo Zé que, acima de tudo, quero e espero que vença o candidato indicado pelo Partido Social Democrata. Isto porque, contrariamente ao que ele pensa da minha forma de estar na política, não sou um "extremista e faccioso"! Limito-me - e disso não abdico - a ser justo nas minhas apreciações: aplaudo o que entendo estar bem e critico aquilo de que discordo; não sou "atento e venerando".

 

Vamos, então, à candidatura à mega-freguesia.

Segundo é público no Facebook, pode ler-se que já temos candidato. Era o próprio quem o garantia, em 5 de Junho passado:

"Olá Facebook reencontrei-te. A todos os amigos que conseguem ver o que escrevo. Iniciei hoje um novo capítulo da minha vida. Aceitei o convite do meu amigo Francisco Moita Flores, para cabeça de lista à Junta de Freguesia de Oeiras e S. Julião da Barra, Paço D'Arcos e Caxias. Um novo capítulo se irá desenrolar. Nunca tive ambições - excepto descobrir o Brasil (tem umas telenovelas patuscas e umas morenas de antologia) mas o artolas do Álvares Cabral chegou primeiro. Paciência, Continuo a navegar."

Joia Silva, eng. Agrónomo, presidente da Associação dos Bombeiros Voluntários de Oeiras e técnico superior no Ministério da Saúde.

 

Em resumo, pode não se gostar da brejeirice do anúncio (eu, pelo menos, não gosto) e pode até criticar-se o facto do candidato desconhecer que ESTA freguesia não é Paço D'Arcos mas sim Paço de Arcos; o que já não consigo admitir, ou sequer perceber, é que alguém - o próprio Francisco Moita Flores ou responsável(eis) da Concelhia de Oeiras do PSD - escolha uma pessoa que não esconde ser tão "próxima" do IOMAF.

Que esteja presente no evento Semana da Protecção Civil em Oeiras ou receba o candidato IOMAF no seu gabinete da Associação, é perfeitamente natural, dado o fazer em representação dos BVO; muito estranho, é ter estado por diversas vezes na campanha IOMAF, como o provam várias fotografias que estiveram publicamente visíveis no extinto site IOMAF. Inaceitável, é estar presente na apresentação do actual presidente em exercício da CMO, quando do anúncio da sua candidatura - in SIC Notícias - 2-10-2012

Mesmo que possam ser amigos de longa data, há ocasiões em que o bom-senso deve imperar.

Atentem e revejam cuidadosamente o minuto 2:02 da entrevista/reportagem referida acima...

Caro dr. Moita Flores, ainda vai a tempo de "emendar a mão" e dizer-me, dizer aos militantes PSD, dizer aos oeirenses que o que aqui escrevo, afinal, já não corresponde à verdade!

Fico a aguardar.



Publicado por rui.freitas às 01:18
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

13 comentários:
De Anónimo a 2 de Julho de 2013 às 22:30
Caro Rui Freitas estou a ficar entusiasmado com a conversa e acho que no Blogue há lugar a estas trocas de opinião. É pena que o Blogue não tenha outra dimensão e que não seja visitado por muitos mais oeirenses e não só.
E sabe porquê?
Porque em Oeiras nestes trinta anos de D.Morais não houve discussão e debate de ideias.
Não pela culpa maior do edil, mas pelo estádio intelectual da população. Sentiram-se bem com o que lhes foi proporcionado e foram vivendo com a Obra, também acima da realidade, desprezando a realidade histórica do Concelho e com os tiques de qualquer classe que quer subir sem discussão dos porquês. Na História, Oeiras é um território rural em que não havia o direito de ser completamente descaracterizado. Não são trinta anos que devem arrasar séculos de Paisagem. Os Gregos não queriam construir assim as Polis.
O Blogue faz falta à discussão que terá de ser feita, como acontece noutros Blogues a propósito de questões mais nacionais.
Havia um Blogue O.Local que se arvorava a tribuna, mas teve medo dos anónimos.
Houve uma Maioria Silenciosa ou Minoria? em Abril, mas foi calada. Há uma Ass. Espaço e Memória que poderia ser um Blogue que a discussão sobre História do Território e políticas da História fosse feita, mas não querem. Têm a legitimidade da sua linha. Referimos isto porque não há um verdadeiro Blogue que promova a discussão sobre Paço de Arcos e sobre Oeiras.
Este Blogue que vocações quer assumir?
Um abraço.


De rui.freitas a 4 de Julho de 2013 às 00:46
Caro Anónimo (2 de Julho de 2013 - 22:30), fico extremamente satisfeito que a leitura o tenha entusiasmado, mas devo dizer-lhe que no "Pinhanços dixit..." sempre existiu liberdade de opinião... de quem o escreve e de quem o comenta. Apenas uma vez - uma só - eliminei um comentário e por razões raciais.
Agradeço-lhe, com toda a sinceridade, a opinião positiva que tem acerca deste "blog" mas, creia e sem qualquer laivo de vaidade da minha parte, nem sempre foi fácil mantê-lo, pelo menos no que aos temas de actualidade dizem respeito. Tempos houve, em que a escrita era diária (ou quase); nos anos mais recentes, mercê de pressões e até ameaças sobre algumas pessoas que me passavam informação, tornou-se maiis difícil aceder a certas "fontes". Além disso, o cansaço natural de quem, por vezes, sentia estar "a pregar no deserto", também contribuiu para o espaçamento no tempo da desejada intervenção.
Refere - e eu subscrevo - que muitos se "sentiram bem com o que lhes foi proporcionado e foram vivendo com a Obra, também acima da realidade, desprezando a realidade histórica do Concelho e com os tiques de qualquer classe que quer subir sem discussão dos porquês". Como respondi ao anterior Anónimo, repito que muitos se deixaram inebriar com "a obra feita", quantas vezes faraónica e, por isso, desnecessária!?
Na verdade, Oeiras não poderia continuar a ser - SÓ - um Concelho rural... mas também não havia necessidade de o descarecterizar quase totalmente como em muitas freguesia se vê!
Aliás, recordo-lhe ainda o que respondi no passado dia 29 de Junho: "Restam" ainda terrenos já urbanizados (consultar PDM), onde as obras não começaram, pelo que se antevê mais betão aprovado em mandatos de Isaltino Morais". Lamentavelmente, é a pura e dura realidade.
Hoje, prestes a atingir os 300.000 visitantes, o "Pinhanços dixit..." continua e continuará a ser uma porta aberta para quantos por ela queiram entrar. Sem medos, sem se desviar um milímetro da linha com que sempre pautei a minha vida profissional e pessoal: a Verdade!
Sem poder dar-lhe, neste momento, qualquer garantia sobre o futuro próximo, atrevo-me apenas a dizer-lhe que tentarei trazer aqui, sempre que possível, temas que possam gerar o tal debate de ideias, não coarctadas, de que fala.
Para já, fica o meu agradecimento pelo desafio.
Bem-haja!


Comentar post

Agosto 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Posts recentes

Obituário (1): faleceu o ...

De mim, para todos...

Poupança ou... desperdíci...

Já assinou?

Mais uma derrota... que n...

Mais uma derrota... que n...

"Despachados" e secretari...

Até a(s) barraca(s) abana...

Levantando um pouco do vé...

A "importância" do PDM-Oe...

Perguntar, não ofende...

Fim das sondagens sobre o...

29 de Setembro, no Municí...

Até já!

Por esta, muito menos... ...

Por esta, não esperava eu...

Fiquei com uma dúvida...

Revisão do PDM de Oeiras

Apagar o fogo com... gaso...

Isabel Sande e Castro: a ...

Ai João, João...

A "importância" do PDM-Oe...

Ainda o PDM: BE questiona...

PDM Oeiras já está em dis...

"Palavra, depois de dita....

Há cada mistério...

Desfeito o "mistério"...

Esta, sim, é uma excelent...

Temos candidato à Junta d...

Vou Cabo Verde

Ou és por mim...

Arquivos

Agosto 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Outubro 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Links aconselhados
Mais sobre mim
Pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
RSS