Domingo, 17 de Dezembro de 2006
Quem é o adversário, afinal? O Líder, não é, certamente!

Nem de propósito, li hoje algo que define perfeitamente o que andava a pensar "postar"...

000ctykf

Ora, então aqui vai...

Como alguns dos actuais e quase todos os antigos militantes e dirigentes do PSD de Oeiras sabem, não me inscrevi no Partido Social Democrata na "primeira hora", pois em 1976 (vivendo ainda na Madeira) auto-excluí-me das lides políticas e decidi - eu próprio - efectuar a chamada "travessia do deserto", após passagem pelo PC e "esfriado" que estava o "entusiasmo" normal de um jovem que, saído da Rádio - então alvo de permanente censura -, não lhe "restava" outra forma de contestar senão o "virar à esquerda".
Cerca de 15 anos depois (já vivia então em Paço de Arcos desde 1980), também por opção própria, aceitei o convite que me foi feito por Paula Lóio e João Serra para militar no PSD. Em boa hora o fiz, pois a prática militante séria que assumi, tem-me permitido constatar que esta foi a decisão mais correcta.
Para ser mais exacto, um outro Amigo - Carvalho Soeiro, com quem então trabalhava no "Espaço Linha - Magazine"-, aceitou a minha inscrição no PSD de Cascais, em 1989, creio... Só que o "bendito" verbete de inscrição nunca apareceu!
No Partido Social Democrata, encontrei de novo o tal "idealismo" dos meus 18/20 anos...
Acho sempre - contrariando a opinião de alguns outros Bons Amigos - que dei (dou) pouco ao Meu Partido; em contrapartida, também nunca peço nada! E isso é que os "chateia". Mas eu sou assim, não há "volta a dar". Ih! Ih! Ih!

Estou a confessar-vos tudo isto, não por "culpa" do "espírito natalício", mas porque já há algum tempo que ando a pensar em "explicar-vos" de "outra forma" aquilo que sinto e acho que deve ser o Partido Social Democrata. Só que me questionava sempre: mas quem sou eu para o fazer?
Chegou o momento! Só espero saber explicar-me bem, de modo a que me entendam!

Quando "entrei" para o PSD, era Presidente do Partido o actual Presidente da República, Prof. Aníbal Cavaco Silva que, diziam-me os "antigos", fora fazer a "rodagem" de novo carro à Figueira da Foz e dali saíra eleito "Líder do PSD"!
Por essa altura, o Prof. Cavaco Silva era já contestado na "praça pública" pelas corajosas medidas que pretendia implementar mas, curiosamente - ou não -, ninguém se "atrevia" a criticá-lo enquanto Presidente do PSD. Havia RESPEITO!

Seguiram-se-lhe, o Dr. Fernando Nogueira (Fevereiro de 1995), a cuja eleição assisti, "em directo e ao vivo", no Coliseu de Lisboa. No "tal" Congresso em que eu e centenas de Companheiros meus fomos "apelidados" de "sulistas, elitistas e liberais"...
Começou a escassear o RESPEITO (*)! E o Dr. Fernando Nogueira "pagou a factura"...
Entre Março de 96 e Abril de 99, o Prof. Marcelo Rebelo de Sousa liderou o Meu Partido.
Havia cada vez menos RESPEITO (*)! E o Prof. Marcelo "pagou a factura"...
Em Abril/Maio de 99, o Dr. Durão Barroso foi eleito Presidente do PSD (em Coimbra), reeleito em Viseu (Fevereiro de 2000), onde estive presente como apoiante do Dr. Luís Marques Mendes (meu "candidato" desde que o conheci e faz o favor de ser Meu AMIGO..., conforme deve estar exarado em Acta da Comissão Política da Secção de Oeiras, na qual fui o seu único defensor, sem esperar "louros" por tal decisão pessoal).
Já pouco RESPEITO (*) havia mas, mesmo assim, o Dr. Durão Barroso voltou a ser reeleito Presidente do Meu Partido em 2002 (Lisboa) e 2004 (Oliveira de Azeméis).
O Dr. Pedro Santana Lopes, foi eleito Presidente do PSD em Conselho Nacional, a 1 de Julho de 2004, e ratificado em Barcelos (em Novembro desse mesmo ano).
Em minha humilde opinião, perdeu-se o RESPEITO (*)!
De entre os Presidentes do PSD da era "pós-Prof. Cavaco", apenas os Drs. Durão Barroso e Santana Lopes foram Primeiros-ministros (ambos, nas condições que todos conhecemos!

O Dr. Luís Marques Mendes, para meu regozijo pessoal, com toda a justiça, foi eleito Presidente do Partido Social Democrata, em Pombal (8 a 10 de Abril de 2005) e reeleito em "Directas" na Póvoa de Varzim (Maio de 2006), dois dos grandes momentos a que tive a dita de assistir e de me emocionar sinceramente!
Mas, já não havia RESPEITO (*)!

Toda esta "lenga-lenga", para vos explicar que, alguns dos Presidentes do PSD ("Líderes") eleitos, não eram os meus "preferidos". Todavia, como Militante que me orgulho de ser, respeitei-os enquanto tal, nunca trazendo para a "praça pública" as minhas posições pessoais. Aliás, quem seria (quem sou) eu para o fazer?

Mas, toda esta "lenga-lenga", tem também a ver com o facto de ter estado presente nos momentos em que esses mesmos "Líderes" foram legitimamente eleitos, para logo a seguir (e, nalguns casos, ainda antes...) ouvir de "certos" dirigentes locais - e não só -, palavras de descontentamento e pouco RESPEITO (*) pelo "líder" recém-eleito!
Não sei - nem me interessa - se este DESRESPEITO existe apenas no DEMOCRÁTICO Partido a que pertenço e no qual - felizmente - é possível discordarmos uns dos outros?
O que SEI e DEFENDO, até às últimas consequências, é que o Presidente eleito deve ser RESPEITADO. Podemos (e, se tivermos razão, devemos...) discordar dele, da sua opinião, da sua orientação política em cada momento... Mas esse DIREITO cessa, quando a discordância, a divergência de opinião, a crítica justa extravasa o "privado" (leia-se, os "muros da nossa casa" Social Democrata) e se torna "pública", sobretudo "pública" no sentido em que apenas dá efémero "protagonismo" a quem a pratica".
E ouvi... Ai se ouvi tanta coisa!
Do Prof. Marcelo Rebelo de Sousa, do Dr. Durão Barroso, do Dr. Pedro Santana Lopes (havia quem lhe chamasse "o puto regila e irresponsável que nunca seria Presidente do Partido... e depois o apoiou!").
Percebem, agora, porque coloquei sempre em CAIXA ALTA o termo RESPEITO?
Foi e é por isso! Por essa falta de espinha dorsal de alguns.
Mas também porque, na Póvoa de Varzim, um Militante desconhecido e anónimo (como eu), decidiu em boa hora resumir a razão para esta falta de RESPEITO.
(*) "Companheiro, não o digo por elitismo, mas sabe porque é que já não se respeitam os nossos líderes? Porque deixámos de nos referir a eles como deve de ser! Agora, é o Zé Manel (Durão Barroso), o Santana Lopes (ou Pedro), o Marques Mendes! Antes, todos dizíamos: o Dr. Francisco Sá Carneiro, o Professor Mota Pinto, o Professor Cavaco Silva... No meu tempo, havia RESPEITO", dizia o meu Companheiro do lado!
E chego à conclusão que é verdade!
Também sem qualquer espécie de elitismo, mas é verdade!
Num dia, elegemos um líder, o Presidente do Partido... e no dia seguinte já estamos a dizer mal dele, a criticá-lo!
Pior do que isso, é que a maioria dos "críticos" não tem coragem ou escusa-se a "ir a votos"... São cobardes!
Constatei-o no Coliseu de Lisboa, em Viseu, em Coimbra, na Póvoa de Varzim...
Há quem fale muito "para fora" (para os jornais e televisões), para ganhar "protagonismo"!
Mas, quando chega a "hora da verdade"... Mudos e quedos, que nem ratos!
E o pior é que isto acontece a nível nacional... mas também local !
É chegado o momento do Presidente do Partido Social Democrata, da Presidente da Comissão Política Distrital de Lisboa e de tantos outros responsáveis dizerem BASTA!
Ainda temos "entre nós", militantes PSD eleitos em listas antagónicas ao nosso Partido!
Ainda temos que "recuperar" Militantes que se afastaram por cansaço destas atitudes... ou outros que foram afastados por "darem a cara", enquanto outros ainda se riem destes, "esconderam-se" atrás de "candidaturas" contra o PSD, não "deram a cara" e se arrogam o "direito" de pensarem poder "julgar" quem não pensa como eles!
Chega! Basta!
O NOSSO ADVERSÁRIO NATURAL É O PS (a CDU e o BE, enfim...)!
NUNCA O PRÓPRIO PSD!
Por isso, o Dr. Marques Mendes NÃO PAGARÁ A FACTURA!

Decidi-me, finalmente, a confessar-vos o que "me ia na alma". Não podia mais "guardar cá dentro" estes "insultos" à minha inteligência e, sobretudo, ao Meu Partido e ao seu Líder!
Dos dois "putativos candidatos", um deles já mostrou, no Conselho Nacional do passado sábado, que jamais poderá voltar a erguer a cara ou a "bandeira" da "sabedoria", pelo que o aconselho a "pintar a cara de negro"!
Haja Vergonha e RESPEITO!
O outro, irá seguir-lhe o caminho muito em breve. Certinho e direitinho!

Para leitura e reflexão, deixo-vos esta crónica de Vasco Pulido Valente:

000cw06z    (Clicar, para ampliar)

e, na "dúvida", leiam também este "post" do "Políticopata"!

(E ainda me admiro que me cortem os pneus do carro!?)



Publicado por rui.freitas às 20:41
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

2 comentários:
De menino mau a 19 de Dezembro de 2006 às 16:45
concordo em parte consigo caro rui freitas. É muito difícil conter as criticas do psd .
a volatilidade , a irreverência do psd é simultaneamente a força e a fraqueza do psd .
agora os partidos de esquerda como o ps quando tão na oposição são muito mais contidos..parecem 1 seita....e no fundo são
quando a falar por professor e doutor. É uma questão relevante. São os rituais de poder , muito importantes.
cumprimentos.
tenho de passar mais vezes por aqui..
;)


De rui.freitas a 20 de Dezembro de 2006 às 00:23
Caro "menino mau", resumiu em poucas palavras aquilo que eu levei mais tempo a explicar, pelo que lhe dou os maus sinceros parabéns!
De facto, essa irreverência de que fala, é a força e a fraqueza do PSD. Somos (já era assim, antes de mim) efectivamente assim!
Mas, como disse no início do "post", tendo sido militante do PCP, aí conheci a disciplina partidária, razão pela qual os partidos de esquerda parecem "mais fortes" do que nós. Não são... Sabem é que alguém os "apontará" a dedo um dia, por isso, seguem "his master voice"!
Uma coisa lhe garanto: o desabafo desse militante de base - como eu - foi feito rigorosamente assim.
E eu estou de acordo com ele!
O líder que elegemos é para ser respeitado.
Concordar ou discordar dele, compete a cada um de nós, mas nos locais próprios!
Um sincero Obrigado!


Comentar post

Agosto 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Posts recentes

Obituário (1): faleceu o ...

De mim, para todos...

Poupança ou... desperdíci...

Já assinou?

Mais uma derrota... que n...

Mais uma derrota... que n...

"Despachados" e secretari...

Até a(s) barraca(s) abana...

Levantando um pouco do vé...

A "importância" do PDM-Oe...

Perguntar, não ofende...

Fim das sondagens sobre o...

29 de Setembro, no Municí...

Até já!

Por esta, muito menos... ...

Por esta, não esperava eu...

Fiquei com uma dúvida...

Revisão do PDM de Oeiras

Apagar o fogo com... gaso...

Isabel Sande e Castro: a ...

Ai João, João...

A "importância" do PDM-Oe...

Ainda o PDM: BE questiona...

PDM Oeiras já está em dis...

"Palavra, depois de dita....

Há cada mistério...

Desfeito o "mistério"...

Esta, sim, é uma excelent...

Temos candidato à Junta d...

Vou Cabo Verde

Ou és por mim...

Arquivos

Agosto 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Outubro 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Links aconselhados
Mais sobre mim
Pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
RSS