Domingo, 22 de Fevereiro de 2009
Brasil é "terceiro mundo", não é?

 

Já agora!

PS viabiliza pedido de esclarecimento

Comissão de Educação aprova pedido de explicações ao Governo sobre objectivos individuais.
O PS viabilizou, terça-feira, um pedido de esclarecimento ao Ministério da Educação sobre as "consequências legais e disciplinares" da não entrega por parte dos professores dos objectivos individuais, no âmbito do processo de avaliação de desempenho, escreve a Lusa.

Na Comissão de Educação e Ciência da Assembleia da República, os partidos aprovaram, por unanimidade, uma proposta do PSD neste sentido, na qual a ministra Maria de Lurdes Rodrigues é ainda questionada sobre o "enquadramento legal" decorrente do incumprimento daquele procedimento.

 

 

"Com efeito, as soluções normativas em vigor não se apresentam claras e inequívocas, designadamente para quem tem a responsabilidade de fazer cumprir a lei e executar o referido processo de avaliação de desempenho", lê-se no documento hoje aprovado no Parlamento.

Em declarações à Agência Lusa, o deputado social-democrata Pedro Duarte sublinhou o facto de ter sido toda a Comissão a solicitar esclarecimentos, e não apenas um grupo parlamentar individualmente.

 

"Ou o Governo não sabe a resposta e isso é um sinal de desorientação ou sabe e não quer dizer para manter o clima de pressão e incerteza sobre as escolas", acrescentou o parlamentar do PSD.

Já o deputado do PS Luiz Fagundes Duarte justificou a aprovação da proposta do PSD com a necessidade de esclarecer esta matéria: "Não temos nada contra que o Governo dê explicações. Há todo o interesse em que as coisas sejam esclarecidas, a partir do momento em que há dúvidas", afirmou.

Instado a comentar o pedido de explicações da Comissão, fonte do Ministério da Educação limitou-se a afirmar que o mesmo "será respondido".

No início do mês, durante uma audição no Parlamento, nem a ministra da Educação nem os secretários de Estado responderam a esta questão, na altura colocada insistentemente por PSD, Bloco de Esquerda e PCP.

 

Alguém me faz o favor de distribuir o parecer do GP pelo correio dos deputados da Comissão de Educação do Parlamento?

Fica aqui outra vez o parecer: parecer-preliminar-garcia-pereira1



Publicado por rui.freitas às 01:11
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 5 de Abril de 2008
Como não educar um filho

Retomando o tema do post de ontem, quero partilhar convosco duas situações:

A primeira, refere-se a uma sondagem feita hoje à tarde (4-4-08) pela SIC Notícias, no programa "Opinião Pública", em que, através de telefonemas, os telespectadores podiam pronunciar-se acerca desta pergunta: "Insegurança nas Escolas, está a aumentar?"

O resultado foi este, e não me surpreendeu: SIM = 98% - Não = 2%. Acho que diz tudo!

A outra situação, oportuna, foi a recepção de um PPS com o seguinte texto, que dá que pensar:

 

"A Polícia de Houston, Texas, publicou uma lista de 10 “conselhos” para “criar um delinquente”. É interessante:

 

1- Comece na infância a dar ao seu filho tudo o que ele quiser. Assim, quando ele crescer, acreditará que o Mundo tem a obrigação de lhe dar tudo o que ele deseja;

2- Quando ele disser nomes feios, ache graça. Isso fá-lo-á sentir-se interessante;

3- Nunca lhe dê qualquer orientação religiosa. Espere até que chegue aos 21 anos e “decida por si mesmo”;

4- Arrume tudo o que ele desarrumar: livros, sapatos, roupas. Faça-lhe tudo para que aprenda a atribuir aos outros toda a responsabilidade;

5- Discuta com frequência na presença dele. Assim, não ficará muito chocado quando o lar se desfizer mais tarde;

6- Dê-lhe todo o dinheiro que ele quiser;

7- Satisfaça todos os seus desejos de comida, bebida e conforto. Negar, pode acarretar “frustrações prejudiciais”;

8- Tome sempre o partido dele contra vizinhos, professores e autoridades. (Todos têm má vontade contra o seu filho);

9- Quando ele se meter nalguma complicação séria, desculpe-se, dizendo que nunca o conseguiu dominar;

E, finalmente...

10- Prepare-se para uma vida de desgostos.

Vivemos num Mundo com crescente violência e visível falta de educação. Vale a pena pensarmos melhor nos valores que estamos a inculcar nos nossos filhos. O Mundo precisa de gente de bem e a responsabilidade também é nossa".

 

Em resumo:

Eduquem as Crianças e não será preciso castigar os Homens”

Pitágoras



Publicado por rui.freitas às 03:06
Link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 11 de Março de 2008
Professores, passam a "Hooligans"...

Francamente, acho que anda muita gente a perder completamente a vergonha neste País!

Às 9 da manhã do passado sábado, dia da monumental manifestação de mais de 100.000 Professores em Lisboa, justamente designada como "Marcha da Indignação", o pressuroso amigo de Sócrates - Emídio Rangel -, titulava assim um seu artigo publicado no "Correio da Manhã":

"Coisas do circo

Hooligans em Lisboa

Eles aí estão ‘em estágio’. Faz-me lembrar os hooligans quando há uma disputa futebolística em causa. Chegaram pela manhã em autocarros vindos de todo o País, alugados pelo Partido Comunista. Vestem de preto e gritam desalmadamente. Como diz um tal Mário Sequeira, em tom de locutor de circo, “à maior, à mais completa, à mais ruidosa manifestação de sempre que o País viu".

Emídio Rangel, outrora "um grande senhor" da Comunicação Social (que, pelos vistos, ainda é), teria escrito exactamente o contrário, caso o Governo em funções fosse do PSD.

Isso, não me aflige... É normal nele!

O que me desgosta profundamente, é a forma e o método que usa, parafraseando o seu "camarada" Sócrates, para quem todo e qualquer manifestante indignado é um potencial comunista! Que vergonha!

Já agora, reproduzo um e-mail recebido e divulgado na Net, e que diz o seguinte:

"Como professor, repudio, de forma veemente e triste, a opinião emitida pelo Sr. Rangel, na coluna "Coisas do Circo" (CM, de 08-03-08). Caso o jornal não emita, num dos seus próximos editoriais, um pedido formal de desculpa aos professores, como forma de protesto pelas barbaridades aí escritas e pelas ofensas nela contidas, eu, que sou leitor assíduo do jornal, vou deixar de o adquirir para sempre e exercer a minha influência para que outros façam o mesmo. Espero também que todos os meus colegas tomem igual postura... Afinal, fomos mais de 100.000, não contando com muitos outros que, por razões diversas, não puderam estar presentes".

Antecedendo o mesmo, pode ainda ler-se:

"Como é que é possível um anormal deste calibre envergonhar e emitir opiniões absurdas destas num jornal, chegando a ofender (eu sinto-me altamente ofendido) milhares de pessoas em praça pública?? Uma opinião que começa com um relato de algo que ainda nem sequer tinha começado... O Jornal saíu ainda antes de se iniciar a manifestação!!!

Desculpem a minha ignorância mas pergunto: é possível processar este anormalóide? Reparem como trata Professores, Partidos, etc...

Que demonstração de raiva, de ódio desmesurado, sei lá de que mais... revelando também que não percebe nada de educação, simplesmente relatando as mentiras que têm circulado acerca desta classe que está a ser massacrada como nunca se viu em lado nenhum...

NEM TENHO MAIS PALAVRAS!!!

Quem quiser protestar para o dito cujo ou para o jornal, poderá fazê-lo através do endereço cartas@correiomanha.pt ".

Acho que já tinham chamado quase tudo aos Professores, que justamente têm vindo a protestar contra as condições indignas que lhes querem impor... Agora, "hooligans"?

Será possível que 100.000 Professores estejam errados e apenas a "sra. menistra" e o "sr. primeiro" estejam certos? Acho que não!

Mas, pensam que admitem o que quer que seja? Não!

"Governo não vai mudar políticas", diz Vitalino Canas ("CM");

"Sócrates segura ministra", diz o "p-m" ("CM") (Quiçá, tanto como segurou Correia da Campos...)

É que, além de Rangel, também António Ribeiro Fereira considera que "Chega de diálogo" ("CM").

Claro que chega! Pois cada vez há mais portugueses a perceberem que os Professores têm razão... a "menistra" e o "p-m" é que não!

E Rangel também tem razão! Se não defendesse o seu "camarada", como conseguiria isto?:

"Discípulos de Rangel mandam na RTP" ("CM");

ou isto?:

"Rangel lança canal de TV em Angola" ("CM").



Publicado por rui.freitas às 17:13
Link do post | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos

Agosto 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Posts recentes

Brasil é "terceiro mundo"...

Como não educar um filho

Professores, passam a "Ho...

Arquivos

Agosto 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Outubro 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Links aconselhados
Mais sobre mim
Pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
RSS